domingo, 22 de fevereiro de 2009

Alien vs Predador I e II

Alien vs Predador (Alien vs. Predator, EUA, 2004) – Nota 6,5
Direção – Paul W. S. Anderson
Elenco – Sanaa Lathan, Raoul Bova, Lance Henriksen, Ewen Bremner, Tommy Flanagan, Carsten Norgaard, Colin Salmon.

Alien vs Predador II ( Aliens vs Predator – Requiem, EUA, 2007) – Nota 5
Direção – Colin e Greg Strause
Elenco – Steven Pasquale, Reiko Aylesworth, John Ortiz, Johnny Lewis, Ariel Gade, Kristen Hager, Sam Trammell, Robert Joy.

Um grande parte dos cinéfilos que curtem terror e ficção não gostam do diretor Paul W. S. Anderson, consideram que o resultado de seus filmes ficam aquém do material bruto. Não faço parte desta turma, apesar de seus filmes não serem inesquecíveis, mas são obra corretas, gostei de muito de “Mortal Kombat” e do bom “Enigma do Horizonte”.

Aqui na esperada reunião destes dois monstros do cinema, os fãs não gostaram, do que viram, mas vejo pelo seguinte lado: Um filme onde os “atores” principais são dois monstros quase indestrutíveis pelos humanos, ficaria difícil utilizar astros nos papéis principais para lutar contra os protagonistas, como isto já foi feito nos originais, na minha opinião soaria falso repetir. O diretor pensou o mesmo e deixou que a batalha entre eles fosse o foco principal e os humanos apenas escadas, mas mesmo assim ele montou uma história verossímil sobre um grupo de pesquisadores que descobre uma pirâmide na Antártida e dentro dela a supresa desagradável. Além disso colocou como chefe da expedição o milionário Charles Bishop (Lance Henriksen), personagem que aparece como um robô a imagem e semelhança do milionário em “Aliens, o Resgate”, um detalhe interessante que liga a história.

Na continuação os irmãos Strause praticamente eliminaram o fator humano da história, utilizando personagens sem carisma e atores fracos e desconhecidos para serem alvos no meio da luta entre Aliens e um Predador.

Logo no início um nave cai numa floresta e dentro dela está o híbrido Alien/Predador que escapa e começar a atacar os humanos para usa-los como hospedeiros. Em seguida um caçador Predador vem à Terra para destruir o fugitivo e inicia um luta que destruirá a pequena cidade ao redor da floresta. Com os humanos deixados de lado num roteiro reciclado de outros filmes do gênero, o filme foca na luta entre os monstros, porém peca na escuridão da maioria das cenas de luta e ainda insere uma deixa para quem sabe um próximo longa.

6 comentários:

O Cara da Locadora disse...

Eu preferi o segundo do que o primeiro, achei que o primeiro foi uma viagem muito grande com jogos intergaláticos, o segundo foi melhor, foi mais pro terror, com muito sangue e susgto, sei lá... prefiro, rs...

Kau Oliveira disse...

Eu só vi o "1" e achei uma porcaria rsrsrsrsrsrsrs. É uma boa diversão, mas quero passar longe do "2".

Abs!

Miguel disse...

Boas!
Eu não vi o primeiro, só o segundo e não gostei muito... Tem bons efeitos especiais mas nada de especial... 6/10

Sérgio Déda disse...

Nunca terei coragem de assistir... sério mesmo.

Hugo disse...

Cara da Locadora - Depende do gosto, mas com certeza o segundo foi mais sangrento...rs

Kau e Sérgio - São filmes que não podemos levar a sério.

Miguel - O primeiro tem melhor história.

Abraço

Wally disse...

Achei o primeiro muito ruim e o segundo simplesmente execrável!

Notas 4.5 e 2.0.

Ciao!