quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

A Entidade

A Entidade (Sinister, EUA / Inglaterra, 2012) – Nota 7,5
Direção – Scott Derrickson
Elenco – Ethan Hawke, Juliet Rylance, Fred Dalton Thompson, James Ransone, Michael Hall D’Addario, Clare Foley, Vincent D’Onofrio.

Ellison Oswalt (Ethan Hawke) é um escritor especializado em livros investigativos sobre crimes violentos. Ele fez grande sucesso com seu primeiro livro, porém suas obras posteriores fracassaram. 

Oswalt vê a chance de recuperar a fama escrevendo um livro sobre uma família que foi assassinada por enforcamento em uma árvore no quintal de casa, com mais um detalhe sinistro, uma criança desta família desapareceu. 

Oswalt decide se mudar para a casa onde ocorreu o crime, levando sua esposa (Juliet Rylance) e o casal de filhos (Michael Hall D’Addario e Clare Foley). Logo no primeiro dia na casa, Oswalt encontra no sótão uma caixa com filmes em super 8 que mostram outros crimes semelhantes. O conteúdo dos filmes abala o escritor, que tem de lidar ainda com fatos estranhos que começam a ocorrer na casa. 

O roteiro do diretor Scott Derrickson (do bom “O Exorcismo de Emily Rose” e da fraca refilmagem de “O Dia em Que a Terra Parou”), mistura as premissas de “O Chamado” e da série “Atividade Paranormal” com o clima de “Invocação de Mal”, resultando num competente longa de terror e suspense. 

Derrickson explora muito bem as cenas noturnas na casa, criando sustos que podem parecer clichês, mas que funcionam, além da coragem de entregar um final politicamente incorreto. 

Uma sequência já foi filmada e será em lançada em 2015.

3 comentários:

Gustavo H. Razera disse...

Achei esse filme muito, mas muito assustador. Chega a ser desagradável, tamanha a violência psicológica de algumas cenas. A abertura já é sinistra. Concordo que o diretor soube explorar muito bem o cenário e a penumbra.

Mas continuação? Ainda mais sem Derrickson? Sei lá, hein...

Pedrita disse...

esse filme é razoável. falei dele aqui. http://mataharie007.blogspot.com.br/2013/11/a-entidade.html

Hugo disse...

Gustavo - Foi uma surpresa agradável o filme e também não acredito que a continuação mantenha o mesmo nível.

Pedrita - Eu gostei do filme.

Abraço