sábado, 14 de novembro de 2015

A Conspiração

A Conspiração (The Conspiracy, Canadá, 2012) – Nota 7
Direção – Christopher MacBride
Elenco – Aaron Poole, James Gilbert, Alan C. Peterson, Ian Anderson.

Os documentaristas Aaron (Aaron Poole) e Jim (James Gilbert) estão entrevistando um estranho sujeito especialista em teorias de conspiração chamado Terrence (Alan C. Peterson). O homem coleciona recortes de jornais e revistas sobre assuntos que acredita serem pequenas partes de uma conspiração global. 

Quando o sujeito desaparece, Aaron fica curioso com a quantidade de fatos que o homem catalogou e decide tentar encontrar um padrão nas teorias conspiratórias. Por outro lado, o cético Jim acompanha Aaron na investigação apenas por causa da amizade. 

Desde o inesperado sucesso de “A Bruxa de Blair” em 1999, o cinema abraçou o gênero do falso documentário, rendendo diversas obras, algumas ruins e outras interessantes como este “A Conspiração”. 

O filme pode ser dividido em dois atos. No primeiro, a narrativa cita “recortes” de situações que realmente parecem uma conspiração, como por exemplo os ataques de 11 de Setembro, a reunião do Grupo Bilderberg e a teoria da Nova Ordem Mundial, utilizando o personagem de Terrence como interlocutor. A partir do momento do sumiço de Terrence, a trama muda o foco para o suspense, com a entrada em cena de um enigmático personagem (Ian Anderson) e a história de uma sociedade secreta. 

A estranha trilha sonora, a câmera nervosa e a paranoia dos personagens ajudam a criar um clima de suspense interessante, que prende atenção do início ao fim. 

Vale destacar ainda os questionamentos que ficam após o final do falso doc. Por mais que seja uma obra de ficção, muitos dos fatos abordados aqui podem ser verdadeiros, mesmo que em versões um pouco diferentes. 

Para quem gosta do tema, indico os documentários investigativos de Alex Jones que estão disponíveis no Youtube e que no mínimo deixarão uma dúvida na cabeça de quem assistir. 

4 comentários:

Gustavo H. Razera disse...

Tenho opinião semelhante. Filme interessantíssimo, que faz a gente coçar a cabeça um pouco.

Cumps.

Hugo disse...

Gustavo - A proposta do filme é interessante, faz pensar e o desenvolvimento da trama é envolvente.

Abraço

Lucas disse...

Muito bom o filme.

Hugo disse...

Lucas - Obrigado pela visita ao blog.