segunda-feira, 15 de abril de 2019

Quase Deuses

Quase Deuses (Something the Lord Made, EUA, 2004) – Nota 7,5
Direção – Joseph Sargent
Elenco – Alan Rickman, Mos Def, Kyra Sedgwick, Gabrielle Union, Merritt Weaver, Clayton LeBouef, Charles S. Dutton, Mary Stuart Masterson.

Nashville, anos trinta. Vivien Thomas (Mos Def) é um marceneiro que fica desempregado por conta da crise que passa o país. Sonhando em se tornar médico, porém com pouco dinheiro, Thomas consegue um emprego como faxineiro no laboratório da universidade da cidade. 

Sua inteligência e talento com as mãos chama a atenção do cirurgião e também pesquisador Alfred Blalock (Alan Rickman), que o transforma em seu assistente. É o início de uma parceria de mais de trinta anos, tendo como ponto alto a primeira cirurgia de coração realizada na história da medicina. 

Produzido pela HBO, este longa é basicamente uma biografia da dupla de médicos, com destaque para a luta de Vivien Thomas contra o preconceito por ser negro em meio a uma profissão de elite na época.

O filme deixa claro que o sucesso de Blalock se deve em grande parte ao talento de Thomas, que por muitos anos viveu à margem da fama do colega. 

Mesmo com um roteiro didático, o filme ganha pontos pela história em si e por não ser panfletário em relação ao preconceito ou vitimismo. A proposta é mostrar que o preconceito era uma triste realidade na época.

2 comentários:

Liliane de Paula disse...

Esse me interessa demais, Hugo.
Além de ser baseado em fatos reais.
Já vou procurar gravar no HBO.
Alan Rickman morreu em 2016.
.

Hugo disse...

Liliane - A história é bem interessante, vale conferir.