quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

A Cordilheira

A Cordilheira (La Cordillera, Argentina / França / Espanha, 2017) – Nota 7
Direção – Santiago Mitre
Elenco – Ricardo Darin, Dolores Fonzi, Erica Rivas, Daniel Gimenez Cacho, Christian Slater, Paulina Garcia, Gerardo Romano, Leonardo Franco, Elena Anaya.

Hernan Blanco (Ricardo Darin) é o presidente argentino que passa por um momento decisivo no cargo. Visto como um sujeito que não se arrisca, ele precisará tomar decisões complexas durante o encontro dos países da América do Sul em um resort no Chile. Os países pretendem criar uma aliança para extração de petróleo na região. 

Ao mesmo tempo em que é pressionado de um lado para apoiar o Brasil e de outro pelo presidente do México (Daniel Gimenez Cacho) para ajudar os EUA, Blanco precisa resolver o problema com sua filha (Dolores Fonzi) que sofre de problemas psicológicos e com o ex-marido dela que ameaça entregar para a imprensa a história de uma grande desvio de dinheiro do seu partido. 

Além dos conchavos dos bastidores da política que são detalhados pelo roteiro, outro ponto interessante é como vem à tona a verdadeira face do protagonista vivido por Ricardo Darin, que no início se mostra um sujeito de poucas falas e aparente submissão. 

Algumas situações do roteiro são claramente inspiradas na realidade política da América do Sul. Vale destacar ainda a pequena, mas importante participação de Christian Slater como um lobista trabalhando para o governo americano de forma clandestina. 

Apesar das críticas ruins, em parte pela história não ter exatamente um final, o filme é extremamente interessante para quem acompanha política internacional.

3 comentários:

Liliane de Paula disse...

Quando vi que Ricardo Darin era o ator, imaginei que o filme fosse me interessar.
Mas não. Não vou anotar na minha lista.


Luli Ap disse...

Olá Hugo

Um excelente 2019 pra você e todos aí.

Gostei do filme, confesso que assisti duas vezes, porque na primeira vez me perdi na subtrama com a Dolores Fonzi.
E é claro que Ricardo Darin iria um dia interpretar o presidente da Argentina rsrs e deu conta desse personagem cheio de camadas na corrupção do homem aparentemente comum e aparentemente pressionado por todos os lados.

Bjs Luli
https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br


Hugo disse...

Liliane - É um filme sobre política. Muitas pessoas não gostam do tema.

Luli - É muito interessante como o personagem de Darin é desenvolvido.

Bjs