segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Ordinary Person

Ordinary Person (Botongsaram, Coreia do Sul, 2017) – Nota 7
Direção – Kim Bong Han
Elenco – Son Hyun Jo, Hyuk Jang, Park Dong Gyu, Sang Ho Kim, Dal Hwan Jo.

Coreia do Sul, anos oitenta. Ao investigar um caso de assassinato que pode estar ligado a um serial killer, o detetive Sung (Son Hyun Jo) chega a um suspeito chamado Kim Tae Sang (Dal Hwan Jo). 

Em seguida, Sung é procurado por um dos chefes do serviço secreto, o jovem arrogante Choi (Hyuk Jang), que oferece vantagens em troca da confirmação do suspeito como sendo o serial killer. 

Precisando de dinheiro para pagar a cirurgia do filho e pensando em ter uma vida melhor com a esposa, Sung aceita a proposta e decide forjar provas para condenar o pobre Kim Tae Sang. 

A trama tem uma premissa interessante ao enfocar os métodos ilegais utilizados pela polícia sul-coreana e pelo serviço secreto durante a época em que uma ditadura dominava o país. O protagonista se torna um peão na mão do burocrata que acredita estar defendendo o país, mesmo acusando um inocente. 

Por outro lado, a narrativa é irregular e até fria em alguns momentos. A parte final também deixa um pouco a desejar ao apelar para o sentimentalismo. O tema se mostra mais interessante do que o filme, que resulta numa obra mediana.

5 comentários:

Rodrigo Mendes disse...

Mais um para a lista, Hugo. Ótima dica!
Já viu "Em Chamas"? É com o ator do The Walking Dead,Steven Yeun. Quero muito conferir também.

Abraço.


Liliane de Paula disse...

Minha "Saudação Palmeirense". Imagino sua alegria.

Não lembro de ter assistido qualquer coisa de cinema sul-coreano.
Mas seria interessante conhecer o cinema deles e as locações na Coreia do Sul.
Vai para minha lista de indicação sua.

Hugo disse...

Rodrigo - Não conhecia este "Em Chamas". Valeu dica, vou procurar.

Liliane - Esta é uma semana de comemoração.

Abraço

Luli Ap disse...

Mais um que vai para a wishlist.
Apesar do ritmo irregular quero assistir, tenho me surpreendido com alguns bons filmes coreanos.

Hugo disse...

Luli - O cinema sul-coreano tem filmes sensacionais. Este que comentei é pouco mais que mediano.

Bjs