segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Ilha dos Cachorros

Ilha dos Cachorros (Isle of Dogs, Alemanha / EUA, 2012) – Nota 8
Direção – Wes Anderson
Vozes – Bryan Cranston, Koyu Rankin, Edward Norton, Bob Balaban, Bill Murray, Jeff Goldblum, Greta Gerwig, Frances McDormand, Kunichi Nomura, Akira Takayama, Akira Ito, Scarlett Johansson, Harvey Keitel, F. Murray Abraham, Liev Schreiber, Tilda Swinton, Ken Watanabe, Fisher Stevens, Courtney B. Vance.

O diretor Wes Anderson explora toda sua criatividade para contar histórias fora do comum através desta animação que foge do estilo tradicional. A história se passa no Japão em uma época em que os cachorros são considerados inimigos pelo prefeito de Megasaki chamado Kobayashi (Kunichi Nomura). 

Os cães são expulsos para uma ilha que também é utilizada como lixão. Abandonados a sorte, os cães tem uma chance de mudar de vida quando o garoto Atari (Koyu Rankin), que é sobrinho de Kobayasahi, foge para a ilha com o objetivo de encontrar seu cão Spots (Liev Schreiber). 

O roteiro escrito por Wes Anderson insere algumas pitadas de crítica social e corrupção, mas se apoia principalmente nos personagens. Os “humanos” falam em japonês, enquanto os cães conversam em inglês. Esta bizarrice resulta em alguns diálogos engraçados, principalmente os que envolvem o personagem do cão vira-lata Chief (Bryan Cranston). 

Como citei no início, o estilo da animação é diferente e pode não agradar as crianças. Os personagens não tem grande movimento e sua expressões parecem não mudar, mas tudo isso faz parte da proposta. Com certeza é uma animação mais indicada para jovens e adultos do que as crianças.

6 comentários:

Liliane de Paula disse...

Que estranho essa estória, Hugo.
Apesar de ter grandes figuras no elenco nem imagino como seja.
Esse não vou anotar.

Hugo disse...

Liliane - Achei você não iria se interessar.

Marília Tasso disse...

Gostei, tem uma boa história, mas não achei que é muito adulta, vai para todas as idades, o lado aventuresco talvez não tenha me fisgado.

Hugo disse...

Marília - Gostei bastante, mas não sei as crianças acostumadas com o estilo Disney e Pixar curtiram.

Abraço

Luli Ap disse...

Hummmmmm preciso dar uma olhada, fiquei curiosa com esse negócio de ser diferente das animações convencionais :)

Hugo disse...

Luli - Eu gostei, tem um estilo bem interessante.

Bjs