segunda-feira, 13 de agosto de 2018

Preto e Branco

Preto e Branco (Black or White, EUA, 2014) – Nota 6,5
Direção – Mike Binder
Elenco – Kevin Costner, Octavia Spencer, Jillian Estell, Bill Burr, Anthony Mackie, Mpho Koaho, André Holland, Gillian Jacobs, Jennifer Ehle, Paula Newsome.

A morte da esposa em um acidente faz com que o advogado Elliott Anderson (Kevin Costner) fique sozinho com a neta Eloise (Jillian Estell). Como sua filha faleceu no parto e o genro (André Holland) é um viciado em drogas, a garota foi criado pelos avós. 

Com a morte da mulher, a avó paterna Rowena (Octavia Spencer) decide entrar na justiça para pedir a custódia da menina, dando início a uma disputa com Elliott. 

O filme cita no início ser inspirado em fatos reais, porém a forma como a situação é resolvida está mais para o politicamente correto de uma produção para a tv, do que para a vida real. Mas o filme não chega a ser ruim, alguns pontos são bem interessantes. 

O roteiro tenta explorar os conflitos raciais e sociais entre o rico personagem de Kevin Costner, com a família negra que vive num bairro pobre liderada por Octavia Spencer. Não temos heróis ou vilões, o roteiro procura ser imparcial nas virtudes e defeitos dos dois lados, porém sem se aprofundar no tema, assim fugindo de qualquer polêmica. 

O diretor, ator e roteirista Mike Binder comandou dramas melhores como “Reine Sobre Mim” com Adam Sandler e “A Outra Face da Raiva” que também tinha Kevin Costner como protagonista.  

4 comentários:

Liliane de Paula disse...

Achei interessante.
O filme é de 2014 e tem uma história que pode ser real.
Achei interessante e vou anotar.
Gosto de Kevin Costner e gosto da Octavia Spencer.

Assisti "O sentido do fim" e se não tivesse lido sua Resenha, certamente não teria entendido.
Porque o filme vai e volta, no tempo.
Mas gostei.

Gravei Lucky, que vc já comentou.
Ainda não vi.


Hugo disse...

Liliane - São vários flashbacks em "O Sentido do Fim". Já "Lucky" é um filme lento, mas com uma história de vida bem interessante.

Luli Ap disse...

Adoro Kevin Costner e Octavia Spence, achei a proposta interessante e amei a resenha.
Vai para a lista dos desejados, assim como Reine sobre mim(nunca vi Adam Sandler num drama) e A outra face da raiva.
Bj Luli

Hugo disse...

Luli - São três filmes que seguem o mesmo estilo de drama com pitadas de melancolia.

Bjos