segunda-feira, 2 de julho de 2018

A Travessia

A Travessia (The Walk, EUA, 2015) – Nota 7,5
Direção – Robert Zemeckis
Elenco – Joseph Gordon Levitt, Charlotte Le Bom, Ben Kingsley, James Badge Dale, Ben Schwartz, César Domboy.

Paris, início dos anos setenta. Philippe Petit (Joseph Gordon Levitt) é um artista de rua que ganha trocados se equilibrando em cordas amarradas entre árvores e postes ou fazendo pequenos truques. 

Num certo dia, ao ler uma reportagem sobre a construção do World Trade Center, que seria inaugurado em 1974, Philippe fica obcecado em atravessar as chamadas Torres Gêmeas. 

Ao lado da namorada (Charlotte Le Bon) e com a ajuda de alguns amigos, ele monta um plano para entrar na torres dias antes da inauguração e atravessá-las por um arame, sem qualquer equipamento de segurança. 

A história real do maluco equilibrista Petit rendeu também um documentário. Esta adaptação da história tem como destaque a agradável narrativa que explora pitadas de comédia, aventura e principalmente suspense nas assustadoras cenas no alto do edifício. 

É interessante também a parte inicial quando Petit aprende técnicas para andar no arame com o veterano e ranzinza equilibrista de circo vivido por Ben Kinglsley. 

Algo que pode incomodar um pouco é o estranho sotaque francês do protagonista. Mesmo com Joseph Gordon Levitt tendo um bom desempenho, um ator francês seria uma escolha mais adequada.

A proeza de Petit é uma verdadeira maluquice que nunca mais foi tentada.

7 comentários:

Liliane de Paula disse...

Estou ficando cansada de anotar os filmes que vc faz resenhas, me interessa e não consegui assistir em canto algum.
Triste isso, não é?
Piracy, Filmecult, Youtube, nenhum desse tem sido "camarada" comigo.

Essa loucura de andar num arame, ainda bem que não quero vê e não vai aumentar minha lista.
O bom talvez, seria vê a NY do tempo das Torres que conheci.

José Gomes disse...

É um ótimo filme! Grande exemplo de superação e força de vontade.

Hugo disse...

Liliane - Eu também tenho uma lista enorme de filmes que desejo ver.

José - É uma história maluca de superação.

Abraço

Luli Ap disse...

Um filme diferente, tenho medo de altura então certamente meu coração vai disparar nas cenas perigosas.
Vou anotar aqui.
Bjs Luli

Hugo disse...

Luli - A coragem do sujeito é fora do comum. Vc vai se assustar com as cenas no alto do edifício.

Bjos

Amanda Aouad disse...

Esse filme foi o primeiro que vi em uma sala IMAX (Salvador não tem) e a cena da travessia ficou ainda mais angustiante. É o grande momento da obra, sem dúvidas, e a maneira como ele trabalha o suspensa a cada volta, vai nos envolvendo de uma maneira impressionante.

bjs

Hugo disse...

Amanda - Na sala IMAX a cena deve ter ficado sensacional.

Bjos