quinta-feira, 14 de junho de 2018

Era Uma Vez em Nova York

Era Uma Vez em Nova York (The Immigrant, EUA, 2013) – Nota 6,5
Direção – James Gray
Elenco – Marion Cotillard, Joaquin Phoenix, Jeremy Renner, Dagmara Dominczyk, Jicky Schnee.

Nova York, 1921. As irmãs polonesas Ewa (Marion Cotillard) e Clara (Jicky Schnee) chegam à cidade de navio e são barradas na imigração. Clara está com tuberculose e por isso é levada para um hospital onde terá de ficar pelo menos por seis meses, enquanto Ewa será deportada porque seus tios que deveriam estar esperando não apareceram no local. 

Desesperada, Ewa consegue ajuda de um sujeito chamado Bruno Weiss (Joaquin Phoenix), que aparentemente tem algum tipo de contato dentro da imigração. Bruno consegue libertar Ewa e promete ajudar sua irmã Clara, mas em troca a garota terá de trabalhar como prostituta. Mesmo relutante, ela acaba aceitando a proposta. Quando entra em cena o mágico Emil (Jeremy Renner), que é primo de Bruno, cria-se um complicado triângulo amoroso. 

Por mais que a reconstituição de época seja sensacional, a história é basicamente um dramalhão novelesco. A questão da exploração sexual é abordada de forma até light demais, com o personagem de Joaquin Phoenix estando mais para uma paizão manipulador do que um cafetão violento. 

Os problemas do filme continuam nas interpretações teatrais e exageradas de Marion Cotillard e Joaquim Phoenix, principalmente na segunda parte quando entra em cena o personagem de Jeremy Renner. 

É um filme que não empolga. No meu caso faltou também empatia pelos personagens.

2 comentários:

Luli Ap disse...

Ounnn que pena que não rolou!
Apesar da reconstituição de época perfeita e eu gosto da Marion, do Jeremy e Joaquín Phoenix, esse vou passar 😁😁
Dramalhão e interpretações teatrais não gosto nananinana :)
Bjs Luli
https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

Hugo disse...

Luli - Também gosto do elenco, mas as interpretações não convencem e nem a história.

Bjos