domingo, 18 de março de 2018

A Festa

A Festa (The Party, Inglaterra, 2017) – Nota 6,5
Direção – Sally Potter
Elenco – Timothy Spall, Kristin Scott Thomas, Patricia Clarkson, Bruno Ganz, Cherry Jones, Emily Mortimer, Cillian Murphy.

Em Londres, Janet (Kristin Scott Thomas) prepara um jantar para um grupo de amigos com o objetivo de comemorar sua indicação para Ministra da Saúde. 

O que seria uma agradável reunião, se transforma em uma grande discussão quando seu marido Bill (Timothy Spall), que está bêbado, revela um segredo. O fato abala os convidados e faz vir à tona conflitos paralelos. 

O roteiro escrito pela diretora Sally Potter é um verdadeiro teatro filmado, que utiliza a casa da protagonista como cenário único. Os diálogos ferinos que abordam traição, preconceitos e feminismo revelam as frustrações de cada personagem. 

O filme lembra um pouco “Deus da Carnificina” de Polanski, porém a narrativa é mais leve, até mesmo com algumas situações que beiram o humor negro. 

Com exceção do exagerado personagem de Cillian Murphy, o restante do elenco dá conta do recado, com grande destaque para Timothy Spall, perfeito como o intelectual frustrado.

Finalizando, a curta duração de apenas uma hora e dez minutos ajuda bastante a não cansar o espectador.

4 comentários:

Liliane de Paula disse...

"Deus da Carnificina" com Jodie Foster é sensacional.
Esse parece interessante.
Vou anotar.

Vi ontem na Netflix um filme lindo, em pintura e que se chama "Com amor, Van Gogh".
Se puder assista e comente.
O filme questiona se Van Gogh se matou ou se levou um tiro.
E a investigação é do filho do carteiro responsável pela entrega de cartas para o irmão Theo.
A trilha sonora aparece as vezes mas é muito bonita "Vincent".

Hugo disse...

Liliane - Li algumas resenhas sobre este filme da vida de Van Gogh, mas o estilo em formato de pintura não chamou minha atenção.

Luli Ap disse...

Olá Hugo
Um filme interessante que mostra que política se faz em todo e qualquer lugar.
Queria até mais uns vinte minutos, achei o final surpreendente.
Bjs Luli
https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

Hugo disse...

Luli - Eu gostei da duração, achei que ficou ideal para a proposta do filme.

Bjos