terça-feira, 20 de março de 2018

150 Miligramas

150 Miligramas (La Fille de Brest, França, 2016) – Nota 7
Direção – Emmanuelle Bercot
Elenco – Sidse Babett Knudsen, Benoit Magimel, Charlotte Laemmel, Isabelle de Hertogh, Gustav Kervern, Patrick Ligardes.

Brest, interior da França, 2009. A médica pneumologista Irene Frachon (Sidse Babett Knudsen) se assusta ao perceber que vários dos seus pacientes nos últimos anos desenvolveram uma doença na válvula do coração após o uso contínuo de um medicamento chamado Mediator. 

Precisando de ajuda para provar que o medicamento é maléfico aos pacientes, ela convence o médico Antoine le Bihan (Benoit Magimel) a fazer uma pesquisa para provar sua teoria. É o início de uma guerra entre Frachon e um famoso laboratório. 

Este longa detalha a história real da incessante luta de Irene Frachon para proibir a venda do medicamento e posteriormente para exigir uma indenização às pessoas e famílias que foram afetadas pelo remédio. 

É interessante ver que mesmo em um país de primeiro mundo como a França, onde a corrupção é menor do que no Brasil, a força do lobby das grandes empresas junto as autoridades ainda é enorme. 

A questão de medicamentos que são comercializados por anos e que se descobrem, ou melhor, se revelam os efeitos negativos após milhares de pessoas terem sido expostas já ocorreu diversas vezes e em vários países. 

Não chega a ser um grande filme, mas vale a sessão por focar em um tema polêmico que é consequência da ganância e de uma irresponsabilidade gigante.

4 comentários:

Liliane de Paula disse...

Bem interessante, Hugo.
História de médicos e em Hospitais sempre é interessante para mim.
Vou anotar e vê se vejo naquele site que vc me indicou.

Tenho visto bons filmes e séries.

Hugo disse...

Liliane - Acredito que você irá gostar, pois é baseado numa história real.

Luli Ap disse...

Olá Hugo
Gostei do plot, não conhecia e vai para a lista dos desejados
Não tinha a menor ideia de como funciona esse negócio de lobby até assistir Armas na mesa e ver que a política, empresas interessadas e dinheiro ditam regras.
Esse então que trata de medicamentos e saúde deve ser ainda mais estarrecedor, principalmente por ser baseado em caso real!
Vou assistir.
Bjs Luli
https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

Hugo disse...

Luli - O lobby é algo comum em diversas áreas, infelizmente.

Bjos