segunda-feira, 17 de julho de 2017

John Wick: Um Novo Dia Para Matar

John Wick: Um Novo Dia Para Matar (John Wick: Chapter Two, EUA / Hong Kong / Itália / Canadá, 2017) – Nota 7,5
Direção – Chad Stahelski
Elenco – Keanu Reeves, Riccardo Scamarcio, Ian McShane, Ruby Rose, Common, Claudia Gerini, Lance Reddick, Laurence Fishburne, Tobias Segal, John Leguizamo, Bridget Moynahan, Thomas Sadoski, David Patrick Kelly.

Após os acontecimentos do filme anterior, quando voltou a ativa para vingar a morte de seu cachorro e agora ao resgatar seu carro que fora roubado, o assassino aposentado John Wick (Keanu Reeves) é procurado por um membro do “Sindicato do Crime” (Riccardo Scamarcio) que deseja cobrar uma dívida de trabalho. 

O sujeito pressiona John para assassinar sua irmã e assim se tornar ainda mais poderoso no alto escalão dos criminosos. John é obrigado a aceitar a proposta para honrar seu nome, mesmo sabendo que o “serviço” poderá o transformar em alvo de outros assassinos. 

O filme anterior foi uma agradável surpresa ao misturar violência, narrativa cínica e uma boa história. Esta inevitável sequência mantém a qualidade em todos os quesitos. A história novamente é bem amarrada, deixando inclusive um final em aberto preparando um terceiro filme. As cenas de ação são outro ponto alto. Keanu Reeves se diverte e também apanha bastante enfrentando vários assassinos. 

Vale destacar a participação de Laurence Fishburne num papel que lembra um pouco o Morpheus de “Matrix”, fato explicado pelo diretor Chad Stahelski ter sido o dublê de Keanu Reeves na famosa trilogia. As sequências em que Reeves e Fishburne contracenam juntos é uma pequena homenagem aos filmes dos irmãos Wachowski. 

Agora é esperar o terceiro filme. 

4 comentários:

Ubiracy Júnior disse...

Eu não gostei do final aberto, por mais que ele deixa um ar épico pro filme, ele não da uma conclusão pro mesmo. Tirando isso o filme enriquece bastante o mito do "Baba-Yaga" que foi tanto falado no primeiro filme.

Hugo disse...

Ubiracy - A ideia foi deixa claro que terá um terceiro filme para fechar a história. Os dois filmes foram surpreendentes, ele esperava algo bem pior.

Abraço

Liliane de Paula disse...

A história Hugo, parece interessante.
Não gosto muito de Keanu Reeves.
Acho a cara sempre a mesma em todo filme.
Como Nicolas Cage.

Hugo disse...

Liliane - Keanu Reeves é inexpressivo mesmo, mas o filme é muito bom. Indicado para quem gosta de ação.