quinta-feira, 6 de julho de 2017

Já Não Me Sinto Em Casa Nesse Mundo

Já Não Me Sinto Em Casa Nesse Mundo (I Don’t Fell at Home in This World Anymore, EUA, 2017) – Nota 7
Direção – Macon Blair
Elenco – Melanie Lynskey, Elijah Wood, Gary Anthony Williams, Devon Graye, Jane Levy, David Yow, Robert Longstreet, Christine Woods, Macon Blair.

Ruth (Melanie Lynskey) está desanimada com a vida. Depressiva, frustrada com o trabalho e cansada de enfrentar a falta de respeito das pessoas, ela chega ao limite quando alguém invade sua casa, rouba seu laptop, seus remédios e um jogo de talheres que era da sua falecida avó. 

Tratada com desprezo até mesmo pela polícia ao fazer o boletim de ocorrência, Ruth decide investigar por conta própria. O destino faz Ruth cruzar o caminho de Tony (Elijah Wood), um vizinho solitário e revoltado assim como ela. Os dois se unem para buscar justiça, dando início a uma sequência de acontecimentos bizarros. 

Este estranho longa marca a estreia na direção do ator Macon Blair, parceiro constante do diretor Jeremy Saulnier (“Ruína Azul”, “Sala Verde”). A influência de Saulnier neste trabalho de Blair é clara. Os personagens perdedores que se envolvem numa situação bizarra que termina em violência explícita é marca do diretor. 

A história começa de forma interessante. As pequenas situações irritantes que a protagonista enfrenta no dia a dia lembram a premissa do ótimo “Um Dia de Fúria”, mas diferente do personagem de Michael Douglas que parte para a loucura total, a Ruth de Melanie Lynskey ainda tenta resolver a situação na base da conversa, antes de partir para o tudo ou nada. 

É um filme que foge totalmente do lugar comum, indicado para cinéfilos que curtem obras diferentes com um pé na loucura. 

4 comentários:

Pamela Sensato disse...

Pé na loucura kkk gostei Hugo.....e deu curiosidade!

Beijinhosss ;*
Blog Resenhas da Pâm

Liliane de Paula disse...

Hugo, volto depois para ler as postagens antigas. Estou em atraso.
Mas gostei desse história (Já não me sinto em casa nesse mundo).
Parece comigo que não me sinto confortável nesse país que detesto. E que não acredito.
E parece uma história que pode ser real.
Quero vê qual a loucura dela.

Quanto aos Semáforos com defeito no seu caminho, vc já ligou avisando o defeito?
É rápido e simples. O nome da Rua e o Nº do Semáforo, só misso. Ligação geralmente do 0800, é gratuita.
Não precisa reclamar ou dizer mais nada. Só isso.

As multas? Acho que não há multas para quem não comete infração.
Porque está lá, fotografado quem errou.
Motorista brasileiro é muitoooooo mal educado.

Vi ontem, Minha mãe é uma peça2 e achei fraco, muito fraco.

Marcelo Keiser disse...

Preciso ver esse filme. A comparação com Um Dia de Fúria me despertou.

Abraço

Hugo disse...

Pâm - É um filme com personagens fora do normal.

Liliane - Muitas pessoas estão desanimadas com nosso país.

Marcelo - Lembra um pouco, mas "Um Dia de Fúria" é melhor.

Abraço