sábado, 11 de abril de 2015

Caça aos Gângsteres

Caça aos Gângsteres (Gangster Squad, EUA, 2013) – Nota 7
Direção – Ruben Fleischer
Elenco – Josh Brolin, Ryan Gosling, Sean Penn, Emma Stone, Anthony Mackie, Robert Patrick, Michael Peña, Giovanni Ribisi, Nick Nolte, Mirelle Einos, Holt McCallany, Troy Garity, Jon Polito, John Aylward, Jack Conley, Jack McGee.

Los Angeles, 1949, a cidade está dominada pelo gângster Mickey Cohen (Sean Penn), que comanda uma rede de tráfico, prostituição e jogatina. Com vários policiais corruptos trabalhando para Cohen, que tem ainda em seu bolso alguns políticos e um juiz, a única chance de desmantelar sua quadrilha seria agir à margem da lei. 

Neste cenário, o chefe de polícia (Nick Nolte) oferece ao honestíssimo sargento John O’Mara (Josh Brolin) a chance de criar uma esquadrão clandestino para destruir o império de Cohen. O’Mara é um herói de guerra que aceita o desafio e recruta cinco policiais para a missão, tendo como seu braço direito o sargento Jerry Wooters (Ryan Gosling). 

Apesar de ser baseado numa história real, a narrativa imposta pelo diretor Ruben Fleischer foca basicamente nas cenas de ação, resultando em um filme que pode ser considerado uma diversão passageira. 

As cenas de ação citadas são competentes, com brigas, torturas e tiroteios extremamente violentos, embalados por uma trilha sonora que em alguns acordes lembra a fantástica trilha de Enio Morricone para “Os Intocáveis”. 

O roteiro é totalmente previsível, assim como os personagens são unidimensionais. Temos o policial honesto até a médula (Josh Brolin), a esposa dedicada (Mirelle Einos), o gângster psicopata (Sean Penn) e a amante tratada como propriedade do sujeito (Emma Stone). O único personagem um pouco melhor desenvolvido é o de Ryan Gosling, que demonstra atitudes mais próximas da realidade. 

Quem gosta de um filme de ação ágil e não se importar com estes defeitos citados, vai se divertir com a caçada.   

2 comentários:

Gustavo H. Razera disse...

Acho que me importei bastante com os defeitos que você acertadamente citou! Não gostei do filme, não... Pelo buzz e pelo elenco, poderia ter vindo coisa melhor.

Cumps.

Hugo disse...

Gustavo - Pelo elenco, realmente o filme prometia mais. A proposta do diretor foi fazer um filme de ação, sem grandes preocupações com roteiro ou interpretações.

Abraço