quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Garotas Selvagens

Garotas Selvagens (Wild Things, EUA, 1998) – Nota 7,5
Direção – John McNaughton
Elenco – Kevin Bacon, Matt Dillon, Neve Campbell, Denise Richards, Theresa Russell, Bill Murray, Daphne Rubin Vega, Robert Wagner.

Sam Lombardo (Matt Dillon) é o conselheiro escolar de um colégio no sul da Flórida. Respeitado pelos colegas e querido pelos alunos, Sam tem sua vida virada de ponta cabeça quando a aluna Kelly Van Ryan (Denise Richards), que pertence a uma poderosa família da cidade, o acusa de estupro. 

Surpreso com a acusação, Sam alega inocência, porém não demora para outra aluna, a rebelde Suzie Toller (Neve Campbell) dizer que também foi estuprada por ele. Para complicar ainda mais o caso, Sam esconde que teve um affair com a mãe de Kelly, a perua Sandra (Theresa Russell).  A investigação policial fica a cargo do detetive Ray Duquette (Kevin Bacon), que desconfia ter algo de errado com as acusações. Este é apenas o início de uma trama repleta de reviravoltas, mentiras e traições. 

O diretor John McNaughton surgiu para o cinema com o violento “Henry – Retrato de um Assassino” em 1986, deixando uma ótima expectativa em relação a sua carreira, que infelizmente não se confirmou. 

Este “Garotas Selvagens” foi lançado como um suspense, porém o roteiro mistura trama policial, drama e muito erotismo. Este último item chama atenção no clima e em várias sequências, principalmente na cena quente da piscina entre Neve Campbell e Denise Richards. 

As várias reviravoltas da trama são exageradas, mas ao mesmo tempo prendem a atenção do espectador, que ficará em dúvida sobre a verdadeira história até o final. É um filme em que personagem algum é inocente. 

Além das garotas voluptuosas, inclusive a veterana Theresa Russell, vale destacar a participação de Bill Murray como um estranho advogado. 

Mesmo com reviravoltas exageradas e um elenco canastrão, este “Garotas Selvagens” é o melhor trabalho de John McNaughton depois de “Henry”. 

Como informação, o longa teve ainda três sequências lançadas diretamente em DVD. 

3 comentários:

Gustavo H. Razera disse...

Ah, lembranças da adolescência! Vale pelo par de gurias quentes...

! Marcelo Cândido ! disse...

As outras continuações são só para passar o tempo, haha!

Hugo disse...

Gustavo - As cenas quentes fizeram sucesso.

Marcelo - As sequências foram caça-niqueis.

Abraço