quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Sobrenatural 1 & 2


Sobrenatural (Insidious, EUA / Canadá, 2010) – Nota 7,5
Direção – James Wan
Elenco – Patrick Wilson, Rose Byrne, Ty Simpkins, Lin Shaye, Leigh Whannell, Angus Sampson, Barbara Hershey, Andrew Astor.

O professor Josh Lambert (Patrick Wilson) muda para uma nova casa com a esposa Renai (Rose Byrne) e os filhos Dalton (Ty Simpkins) e Foster (Andrew Astor). Logo no primeiro dia a esposa percebe que existe algo de estranho no sótão, que em seguida é explorado por Dalton, que sofre um acidente e entra em coma profundo. Os médicos não encontram lesão alguma no garoto para explicar o coma. Enquanto isso, Renai e o pequeno Foster começam a ter visões de figuras tenebrosas andando pela casa, situação que transforma a vida da família em um inferno. 

O diretor James Wan e o ator Leigh Whannell foram os criadores da série “Jogos Mortais”, responsáveis pelo ótimo filme original. Eles deixaram a franquia para outros diretores e deram a impressão que suas carreiras não iriam para lugar algum, até que se reuniram novamente e criaram este suspense com vários momentos assustadores, que lembram os filmes do gênero dos anos setenta e oitenta. 

Diferente do sangue e da violência de “Jogos Mortais”, aqui o foco principal são os sustos filmados com jogos de câmeras que brincam com janelas, portas e espelhos, sequências que criam um ótimo clima de suspense. 

Na segunda metade da trama, o suspense divide espaço com algumas cenas engraçadas protagonizadas pela dupla de assistentes da sensitiva interpretada por Lin Shaye. 

Finalizando, James Wan fez na sequência um filme ainda melhor no mesmo estilo deste, o ótimo “Invocação do Mal”.

Sobrenatural: Capítulo 2 (Insidious: Chapter 2, EUA / Canadá, 2013) – Nota 6
Direção – James Wan
Elenco – Patrick Wilson, Rose Byrne, Lin Shaye, Ty Simpkins, Barbara Hershey, Steve Coulter, Leigh Whannell, Angus Sampson, Andrew Astor, Michael Beach.

Esta sequência apresenta um prólogo que se passa em 1986, quando Josh ainda é uma criança que está sendo perseguida por um espírito. A sequência se mostra importante no final da trama, que começa em seguida aos acontecimentos do filme anterior. 

Josh (Patrick Wilson), sua esposa Renai (Rose Byrne) e os filhos Dalton (Ty Simpkins) e Foster (Andrew Astor), além da bebê caçula da família, vão morar com a avó Lorraine (Barbara Hershey), porém os espíritos continuam a atormentá-los. O pai Josh passa a agir de forma estranha, assustando inclusive a esposa, que decide procurar ajuda com os assistentes (Leigh Whannel e Angus Sampson) da falecida Elise (Lin Shaye). 

Se um dos pontos forte do filme original era a boa história, aqui o roteiro faz malabarismos para amarrar a confusa trama. Os sustos com vultos e figuras que surgem em janelas e portas ainda existem, porém muito do clima de suspense do original é trocado por correria e violência, explorando os vários cômodos da velha casa. Esta escolha faz o filme perder força, transformando num suspense sem surpresas, ou pior, com algumas soluções forçadas e furos na trama. 

Mesmo com um gancho para nova sequência, a franquia mostrou que falta história para manter o nível do original.

6 comentários:

Gustavo H. Razera disse...

Também acho o primeiro filme superior. É mais controlado, mais misterioso e, portanto, mais assustador. O segundo já exagera nos elementos que eram apenas sugeridos anteriormente.

Kahlil Appel disse...

O primeiro é uma grande homenagem á 'Polteirgeist' e o segundo é mais um filme de terror, apesar de estar estar acima da média da maioria.

http://filme-do-dia.blogspot.com.br/

Hugo disse...

Gustavo e Khalil - O primeiro é um bom filme, enquanto o segundo resulta em um terror comum.

Abraço

Emerson disse...

Está ai um gênero que não me atrai muito, porém Sobrenatural, é um bom suspense, destoa da maioria dos filmes do gênero, em questão de qualidade, por isso gostei bastante.
Ainda não assisti Sobrenatural 2 e nem Invocação do Mal.

Abraço!!!

Hugo disse...

Emerson - Invocação do Mal tem o mesmo estilo, sendo um pouco superior.

Abraço

Pedrita disse...

eu vi o 3 achando q era o primeiro. o hbo fez uma pegadinha colocando sobrenatural a origem. agora vou tentar achar os outros dois. beijos, pedrita