sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Amargo Pesadelo

Amargo Pesadelo (Deliverance, EUA, 1972) - Nota 9
Direção – John Boorman
Elenco – Burt Reynolds, Jon Voight, Ronny Cox, Ned Beatty, James Dickey, Bill McKinney.

Quatro amigos executivos (Burt Reynolds, Jon Voight, Ronny Cox e Ned Beatty) decidem descer as corredeiras de um rio na região da Georgia antes que ele seja inundado por uma represa. A aventura cheia de adrenalina na descida do perigoso rio se transforma em pesadelo quando surge um bando de caipiras da montanha, que subjugam os amigos com violência e humilhação. 

Este clássico absoluto dos anos setenta ficou marcado pela forma cru e violenta com que o diretor inglês John Boorman conduziu a trama. 

O roteiro baseado em um livro de James Dickey, que inclusive tem um pequeno papel no longa, foca no confronto entre civilização e barbárie, jogando quatro sujeitos comuns em meio ao violento mundo dos homens das montanhas, que se vingam de forma cruel da “invasão” dos homens da cidade. 

Pelo menos três sequências estão entre as melhores da história do cinema. A sequência da descida do rio, o sensacional duelo de banjos entre o personagem de Roony Cox e um garoto com deficiência mental e a angustiante cena do estupro. 

Os quatro atores que interpretam os executivos tem ótimos desempenhos, sendo que para muitos críticos, a interpretação do astro Burt Reynolds é a melhor de sua carreira. Para Ned Beatty sobrou uma das cenas mais cruéis da história do cinema. 

Com mais de oitenta anos e ainda na ativa, John Boorman fez outros ótimos filmes como “Esperança e Glória”, “Excalibur”, “Inferno no Pacífico” e “À Queima Roupa”.

2 comentários:

Gustavo H. Razera disse...

Rara instância em que o título nacional faz jus à experiência de assistir ao filme. Antológico, realmente.

Hugo disse...

Gustavo - Realmente o título nacional é um acerto neste caso.

Abraço