sábado, 19 de julho de 2014

Noé

Noé (Noah, EUA, 2014) – Nota 6
Direção – Darren Aronofsky
Elenco – Russell Crowe, Jennifer Connelly, Ray Winstone, Anthony Hopkins, Emma Watson, Logan Lerman, Douglas Booth, Nick Nolte, Mark Margolis, Kevin Durand, Leo McHugh Carroll, Marton Csokas.

Por mais que o diretor Darren Aronofsky seja talentoso e seus trabalhos originais, fica difícil elogiar esta versão da história de Noé. Não sou uma pessoa religiosa e muito menos esperava um filme que fosse fiel ao texto da Bíblia, porém é complicado levar a sério um longa que faz uma verdadeira salada russa no roteiro, misturando religião, criacionismo, rebeldia adolescente, anjos caídos que lembram “Transformers”, um Matusalém (Anthony Hopkins) protótipo de hippie e um Noé (Russell Crowe) forte com a espada, vegetariano e quase bipolar, como comprova o maluco terceiro ato. 

A tentativa de discutir sobre Deus e a criação da vida foi explorada por Aronofsky de forma muito mais interessante no ótimo “Py”. O diretor voltou ao tema em “Fonte da Vida”, que mesmo sendo confuso, agradou parte do público. 

Já este “Noé” resulta em um blockbuster que utiliza uma história universal, mas que no final chama a atenção apenas pelos efeitos visuais, como as cenas com os gigantes de pedra, a construção da arca e a sequência do dilúvio. 

As tentativas de transformar histórias clássicas em filmes de ficção (“Rei Arthur”, “Van Helsing”) geralmente resultam em obras descartáveis. 

7 comentários:

Pedrita disse...

nem li em detalhes pq quero ver esse filme. beijos, pedrita

Hugo disse...

Pedrita - Também prefiro assistir antes de ler as críticas.

Beijos

Amanda Aouad disse...

É, o filme tem mesmo problemas e coisas difíceis de engolir, mas consigo vislumbrar Aronofsky ali. Não seria tão dura quanto você, rs, mas realmente é um filme que decepciona pelas possibilidades.

bjs

Hugo disse...

Amanda - Gosto da maioria dos filmes de Aronofsky, exceto o confuso "Fonte da Vida" e este "Noé".

Até vejo aqui a mão do diretor principalmente nas cenas das visões do protagonista, mas infelizmente o roteiro é uma salada russa. rs

Bjos

Emerson disse...

Muito Fraco, também não esperava que o filme seguisse as questões descritas na bíblia. Não sou religioso, mas o filme não agradou em sua grande maioria, tanto os religiosos como os não religiosos. Um elenco de se respeitar, mas o filme é fraquíssimo. Tive o desprazer de vê-lo no cinema!!!

Abraço!!!

Jefferson C. Vendrame disse...

Só de ver o Trailer desse filme no cinema eu pude perceber que se tratava de mais um "cine pipoca" descartável. Não vi e confesso que nem pretendo ver.

Abraço!

Hugo disse...

Emerson - Eu assisti em DVD, o prejuízo foi menor. rs

Jefferson - É uma pena, o potencial da trama e o dinheiro envolvido poderia render um filme bem melhor.

Abraço