quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Bates Motel

Bates Motel (Bates Motel, EUA, 2013)
Criador - Anthony Cipriano
Elenco - Vera Farmiga, Freddie Highmore, Max Thierot, Olivia Cooke, Nicola Peltz, Nestor Carbonell, Mike Vogel, Keegan Connor Tracy.

Quando alguém decide refilmar ou recriar algum clássico do cinema, a tendência é resultar em fracasso. Sempre haverá a comparação, sendo muito difícil uma nova versão superar o original.

O clássico "Psicose" de Alfred Hitchcock teve duas continuações e uma refilmagem que foram detonadas pela crítica, o que deixaria qualquer diretor ou produtor com um pé atrás antes de tentar mexer novamente com esta história, porém o roteirista Anthony Cipriano arriscou criar uma nova trama que mostraria a adolescência do psicopata Norman Bates e a pelo que vimos nos dez episódios da primeira temporada, o sujeito acertou na sacada.

A trama se passa nos dias atuais e tem como protagonistas o adolescente Norman Bates (Freddie Highmore) e sua mãe Norma Bates (Vera Farmiga). A trama começa com mãe e filho se mudando para uma pequena cidade após o pai de Norman morrer em um estranho acidente. Com o dinheiro do seguro, Norma adquiriu em um leilão um motel, que seria rebatizado como "Bates Motel". A intenção de ter uma vida tranquila dura pouco, não demora para o ex-dono do.local aparecer e o irmão de Norman, Dylan (Max Thierot) também surgir procurando um local para ficar. Para piorar, a cidade guarda vários segredos e diversas atividades ilícitas, sem contar que aos poucos o espectador percebe que existe algum de diferente com Norman, tanto em sua falta de empatia como nas explosões de ódio, além de sua estranha relação com a mãe superprotetora.

O elenco é competente, com destaque para Freddie Highmore ("A Fantástica Fábrica de Chocolate" e "O Som do Coração") criando um pré-psicopata perfeito, com poucos gestos e uma estranha dicção, para Vera Farmiga ótima como a mãe tão desequilibrada como o filho e para a pequena e importante participação de Nestor Carbonell ("Lost") como o sério chefe de polícia.

O final da temporada deixou vários ganchos para a continuação da trama, que se forem bem aproveitados tem tudo para resultar em mais algumas interessantes temporadas.

4 comentários:

Amanda Aouad disse...

Ouvi falar e fiquei curiosa, mas o tempo tá tão complicado para incluir novas séries na lista, rs. Quem sabe um dia.

bjs

André Betioli - Déh disse...

Alguns me falaram bem dessa série, outros nem tanto...

Ainda irei conferir, a premissa e o elenco são interessantes.

Marcelo keiser disse...

É bem interessante essa série. Assisti alguns episódios e gostei. O problema: estava fora de ordem o que fez perder o brilho. Mas gostei...

abraço

Hugo disse...

Amanda - Eu também preciso escolher poucas séries para acompanhar por falta de tempo. Escolhi esta e gostei.

Déh - A primeira temporada foi boa, mas deixou várias pontas em aberto. A questão é esperar para ver como irão desenvolver estas tramas.

Marcelo - Tente assistir em sequência para entender toda a trama.

Abraço