sexta-feira, 5 de julho de 2013

Invasores

Invasores (The Invasion, EUA / Austrália, 2007) – Nota 5,5
Direção – Oliver Hirschbiegel
Elenco – Nicole Kidman, Daniel Craig, Jeremy Northam, Jackson Bond, Jeffrey Wright, Veronica Cartwright, Josef Sommer, Celia Weston, Roger Rees, Eric Benjamin, Adam LeFevre, Joanna Merlin.

Uma nave especial sofre um acidente na atmosfera e seus destroços caem na Terra. O que ninguém imagina é que junto com os destroços vem um organismo que no contato com o ser humano, se instala no corpo e altera o DNA da pessoa. 

A psiquiatra Carol Bennell (Nicole Kidman) começa a perceber que as pessoas ao seu redor passam a agir de forma estranha, inclusive seu ex-marido (Jeremy Northam). Carol se junto ao amigo e médico Ben Driscoll (Daniel Craig) para investigar a situação e acaba descobrindo a verdade sobre organismo alienígena. A dupla precisará ainda resgatar o filho de Carol (Jackson Bond) que está em poder do pai e fugir das pessoas infectadas. 

Este longa é a quarta versão do livro “The Body Snatchers” escrito por Jack Finney nos anos cinqüenta, que era uma espécie de parábola do medo americano em relação ao comunismo. A primeira versão é o clássico “Vampiros de Almas” de Don Siegel” de 1956, que foi refilmado de forma competente por Philip Kaufman em 1978, com Donald Sutherland no papel principal. Existe uma terceira versão bem diferente, dirigida por Abel Ferrara em 1993, com a trama tendo como cenário uma base militar e protagonizado por Forest Whitaker. Comentei sobre estes três filmes há algum tempo, quem quiser ler clique aqui.

A versão de Ferrara era até então a mais fraca, porém foi superada negativamente por este trabalho equivocado do alemão Oliver Hirschbiegel. A explicação para o fracasso deste longa provavelmente está na falta de poder que Hirschbiegel teve sobre o trabalho. Consta que os produtores da Warner não gostaram da primeira montagem e contrataram os irmãos Wachowski para filmar novas sequências, fato que normalmente resulta em filmes ruins, sendo que aqui não foi diferente. 

Fica difícil acreditar que o diretor por trás dos ótimos “A Queda! As Últimas Horas de Hitler” e “A Experiência” tenha entregue um filme tão frouxo, com soluções simples demais, incluindo um final hollywoodiano no pior sentido da palavra, sem contar as ridículas cenas de perseguição em que Nicole Kidman foge correndo dos alienígenas. 

A atuação de Nicole Kidman é outro ponto negativo, a bela atriz exagera nas caras e bocas, deixando a impressão de que fez plástica nos lábios e queria mostrar o resultado através de biquinhos após cada frase. 

Infelizmente o filme resulta num grande desperdício de tempo para o espectador.  

2 comentários:

Marcelo keiser disse...

A sinopse remete a uma produção de cinema B, bem oitentista. Nunca assisti, mas pensava na possibilidade quando cruzava com o filme na locadora. Agora esquece!

abraço

Hugo disse...

Marcelo - A trama é claramente de cinema B, mas vem lá dos anos cinquenta.

Como você gostou da trama, o ideal é procurar as duas primeiras versões. Tanto "Vampiros de Almas" como "Invasores de Corpos" são filmes superiores.

Abraço