quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Encurralada & Encurralados


Encurralada (Trapped, EUA, 2002) – Nota 7
Direção – Luís Mandoki
Elenco – Charlize Theron, Kevin Bacon, Courtney Love, Stuart Townsend, Pruitt Taylor Vince, Dakota Fanning, Steve Rankin, Garry Chalk.

A vida do casal Will (Stuart Townsend) e Karen (Charlize Theron) vira um inferno quando sua filha pequena Abby (Dakota Fanning) é sequestrada por um trio de criminosos formado por Hickey, Cheryl e Marvin (Kevin Bacon, Courtney Love e Pruitt Taylor Vince respectivamentre). O plano da quadrilha é simples, pressionar a família para pagar o resgate no máximo em 24 horas. Como o pai viajou a trabalho, ele é pressionado por Cheryl, enquanto a mãe é aterrorizada por Hickey e Marvin cuida da pequena Abby no cativeiro.

A história tem como diferencial mostrar os pais em cidades diferentes tendo de criar estratégias individuais para tentar salvar a filha, já que o restante da trama e as cenas de ação seguem a cartilha dos filmes do gênero, inclusive inserindo uma problema de saúde com a criança para aumentar a adrenalina. O elenco é razoável, Charlize Theron não compromente, enquanto Kevin Bacon e Courtney Love criam personagens violentos e a pequena Dakota Fanning se mostrava promissora, já Stuart Townsend tem outra atuação apática, fator normal em sua carreira.

Encurralados (Butterfly on a Wheel, EUA / Canadá, 2007) – Nota 6,5
Direção – Mike Barber
Elenco – Pierce Brosnan, Gerard Butler, Maria Bello, Claudette Mink, Nicholas Lea.

O casal Neil (Gerard Butler) e Abby (Maria Bello) parece viver um conto de fadas morando numa bela casa do subúrbio de Chicago. Ele é um executivo em alta na carreira e ela uma dona de casa feliz que cuida da pequena filha Sophie. Num final de semana quando o casal sai para viajar, ele iria para a casa do chefe e ela a um passeio com uma amiga, eles acabam seqüestrados por um desconhecido (Pierce Brosnan), que sabe tudo sobre a família e diz ter seqüestrado também a filha do casal. Sem saber o que o sujeito deseja, o casal passará por provações para se manter unido e salvar a filha, porém vários fatos virão à tona piorando ainda mais a situação. 

A interessante premissa é despediçada pelos furos no roteiro, que não aproveita uma situação inicial com o personagem de Nicholas Lea, que faz um amigo e rival de Gerard Butler, além da reviravolta final um pouco exagerada em relação a motivação do desconhecido. É curioso ver o “James Bond” Pierce Brosnan como vilão e sempre bom curtir a bela Maria Bello.

3 comentários:

Celo Silva disse...

São dois filmes que funcionam como bons entretenimentos. Acho q gosto mais de Encurralada.

Victor Ramos (Jerome) disse...

Acho esse Encurralados um filme tãão.. besta. Já o primeiro eu não vi.

Injeção Cinéfila

Hugo disse...

Celo e Victor - Encurralada tem uma história um pouco melhor.

Abraço