sexta-feira, 18 de maio de 2012

Penn & Teller - Perseguidos por Acaso & Dois Malas sem Alça


Penn & Teller – Perseguidos por Acaso (Penn & Teller Get Killed, EUA, 1989) – Nota 6,5
Direção – Arthur Penn
Elenco – Penn Jillette, Teller, Caitlin Clarke, David Patrick Kelly, Jon Cryer, Christopher Durang, Alan North.

A dupla de ilusionistas e comediantes Penn & Teller são especialistas em truques e perfomances recheadas de humor negro. Enquanto Penn é o sujeito grandalhão e falastrão, o baixinho Teller não fala uma palavra sequer. Neste longa, a dupla é dirigida pelo grande diretor Arthur Penn (“Caçada Humana”, “Bonnie & Clyde”). 

A trama começa com a dupla sendo entrevistada num programa de tv, onde Teller declara de brincadeira que desejaria que alguém tentasse o assassinar, dando início a uma caçada onde aparecem vários malucos em busca de satisfazer o desejo do comediante. 

Além disso, a própria dupla cria pegadinhas sangrentas entre si. O destaque entre os perseguidores, está o baixinho David Patrick Kelly, figura conhecida como vilão em filmes como “Os Selvagens da Noite”, “Comando para Matar” e “O Corvo”. 

O longa tem ainda uma pequena participação de Jon Cryer da série “Two and Half Man” antes da fama. 

Uma curiosa diversão para quem gosta de humor negro.

Dois Malas Sem Alça (The Jerky Boys, EUA, 1995) – Nota 3
Direção – James Melkonian
Elenco – John G. Brennan, Kamal Ahmed, Alan Arkin, William Hickey, Alan North, Vincent Pastore, Brian Tarantina.

A dupla de comediantes John G. Brennan e Kamal Ahmed fez sucesso nos EUA passando trotes e depois vendendo um CD com o resultado das piadas. Algum produtor espertalhão resolveu transportar a dupla para o cinema resultando neste longa de uma piada só. 

O roteiro mostra a dupla passando trotes e numa destas ligações afirmam serem matadores de aluguel. O problema é que a ligação cai na casa de um chefão da máfia (Alan Arkin), o que dá início a uma perseguição dos mafiosos em busca dos supostos assassinos. 

O filme tem pouquíssimas cenas engraçadas e um fio de história. Fica difícil entender o que fez o veterano Alan Arkin pagar mico neste filme.

3 comentários:

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Direção de Arthur Penn, Hugo? Tô pasmo. Não sabia.

O Falcão Maltês

Celo Silva disse...

Deve ter sido um dos últimos filmes de Penn. Não conhecia ambos.

Hugo disse...

Antonio e Celo - Este foi o último filme de Arthur Penn para o cinema. Depois disso ele fez apenas alguns trabalhos para tv.

Abraço