sexta-feira, 4 de maio de 2012

O Triunfo & Crianças do Meu Coração


O Triunfo (The Ron Clark Story, EUA / Canadá, 2006) – Nota 7
Direção – Randa Haines
Elenco – Matthew Perry, Ernie Hudson, Melissa De Sousa, Hannah Hodson, Brandon Smith, Micah Williams, Bren Eastcott.

Esta produção feita para tv é baseada na história real do professor Ron Clark (Matthew Perry), que nos anos noventa saiu da Carolina do Norte para lecionar em um escola pública no Harlem. O filme mostra a vida do professor Clark em seu primeiro ano quando assumiu um classe com alunos pré-adolescentes atrasados no aprendizado e com diversos problemas familiares. 

O roteiro segue o estilo criado em “Ao Mestre com Carinho”, com um professor conquistando aos poucos os alunos e mostrando que existem opções de mudança na vida. 

Mesmo com as limitações das produções de tv e a história que todos sabem o final, acaba sendo um longa simpático com um bom papel para Matthew Perry. 

Como curiosidade, a diretora Randa Haines ficou famosa nos anos oitenta pelo drama “Filhos do Silêncio” com William Hurt e Marlee Matlin.

Crianças do Meu Coração (Children of My Heart, Canadá, 2000) – Nota 7
Direção – Keith Ross Leckie
Elenco – Genevieve Desilets, Yani Gellman, Michael Moriarty, Genevieve Bujold, Mark Ellis, Lise Roy, Barbara Gordon, Richard McMillan.

Nos anos 30, em plena Depressão Americana, a jovem Gabrielle (Genevieve Desilets) consegue seu primeiro emprego como professora numa pequena cidade do oeste. Precisando controlar uma classe com alunos de diferentes idades, ela emprega métodos diferentes que irritam o conselho da escola. 

Para piorar a situação, ela cria um vínculo afetivo com o jovem Mederic (Yani Gellman), filho do homem rico da cidade, Rodrigue (Michael Moriarty). Mederic é um garoto rebelde em virtude ser mestiço, sua mãe era índia e deixou seu pai para voltar a tribo. 

É um drama parecido com vários outros sobre o tema, porém a relação entre a jovem professora e o garoto é sensível e realista. 

Como curiosidade, a veterana Genevieve Bujold faz o papel da professora depois de trinta anos do ocorrido e ainda é a narradora da história

2 comentários:

Celo Silva disse...

Não assisti nenhum dos dois, mas as tématicas me agradam. Esse do Perry acho q até comecei a ver na tv a cabo.

Hugo disse...

Celo - São dois filmes medianos.

Abraço