quarta-feira, 23 de maio de 2012

Eu Sou o Número Quatro

Eu Sou o Número Quatro (I Am Number Four, EUA, 2011) – Nota 6
Direção – D. J. Caruso
Elenco – Alex Pettyfer, Timothy Olyphant, Teresa Palmer, Dianna Agron, Callan McAuliffe, Kevin Durand.

O jovem Daniel (Alex Pettyfer) na verdade nasceu no planeta Lorien e foi levado para Terra com o objetivo de manter viva sua espécie, tendo como guardião Henri (Timothy Olyphant). Daniel faz parte de um grupo de nove crianças que foram salvas da destruição do planeta e hoje vivem escondidas na Terra. 

A situação se complica quando seus inimigos, os Morgadorianos chegam à Terra e começam a matar estas crianças, que hoje são adolescentes. Após três deles serem assassinados, Daniel se torna o próximo alvo, por ser o número quatro da lista. Henri e Daniel mudam de cidade, onde numa nova escola, Daniel se envolve com a bela Sarah (Dianna Agron) e faz amizade com um garoto que acredita que o pai tenha sido abduzido (Caulin McAuliffe). 

Esta ficção infanto juvenil foi feita sob medida para dar início a uma nova franquia, porém apesar da premissa ser interessante, o roteiro deixa a desejar em virtude dos clichês e do elenco de jovens atores fracos e totalmente sem carisma. É o típico filme pipoca com a cara do produtor Michael Bay, onde os efeitos especiais e as cenas de ação são o ponto principal. Analisando o resultado, acredito que não vale a pena continuar a história.

5 comentários:

Anderson Landers disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anderson Landers disse...

Gostei, claro que não é um filme que irá mudar sua vida, mas achei um bom entretenimento.

Rafael W. disse...

Nem pra entreter esse filme me serviu. Lixo!

http://eaicinefilocadevoce.blogspot.com.br/

Amanda Aouad disse...

Achei um filme frágil mesmo como você, fala, a história ficou um pouco melhor depois que eu li o livro, o que não ajuda no mérito do filme. Quanto aos atores costumo brincar que o único bom ator ali é o beagle, aquela expressão dele quando chega de patinha quebrada no estádio é incrível, hehe.

bjs

Hugo disse...

Anderson - Tem algumas cenas de ação bem feitas, mas nada além disso.

Rafael - Com certeza desperdiçaram uma boa premissa.

Amanda - Ótima sacada, realmente a cena do beagle é perfeita.

Abraço a todos