sábado, 28 de abril de 2012

Parente é Serpente

Parente é Serpente (Parenti Serpenti, Itália, 1992) – Nota 8
Direção – Mario Monicelli
Elenco – Tommaso Bianco, Renato Cecchetto, Marina Canfalone, Cinzia Leone.

Na tradicional ceia de natal de uma família italiana, os avós comunicam que pretendem morar com um dos filhos, já que o casal está em idade avançada e o avó com alguns problemas de saúde. A avó diz ainda que os filhos devem escolher quem ficará com eles e este se tornará o único herdeiro do apartamento e de todos os bens que o casal possui. 

O que era para ser um encontro social, se torna uma disputa entre irmãos e seus pares, que não querem perder sua parte da herança e muito menos desejam cuidar do casal de idosos. Pequenos discussões, disputas por objetos e até segredos acabam vindo à tona, antes de chegarem a uma solução no mínimo radical. 

O falecido diretor Mario Monicelli (de “O Incrível Exército de Brancaleone”) acerta em cheio nesta trama que mistura comédia, drama e uma pitada forte de humor negro, desmascarando as falsidades comuns as reuniões familiares, mostrando ainda como o ser humano pode ser extremamente egoísta. 

4 comentários:

Gonga disse...

Nao conheço mas fiquei curioso

Celo Silva disse...

Monicelli é Monicelli. Parente é Serpente é um filme muito divertido. Tinha me esquecido dele, deu até vontade de rever.

Gilberto Carlos disse...

Parente é serpente é ótimo. Faz a gente se lembrar de como temos parentes tão cobras quanto os do filme.

Hugo disse...

Gonga - É um ótima filme italiano.

Celo - Monicelli fez uma bela carreira.

Gilberto - Infelizmente desavenças entre parentes é algo comum.

Abraço