sexta-feira, 6 de abril de 2012

O Corpo

O Corpo (The Body, EUA / Israel / Alemanha, 2001) – Nota 6
Direção – Jonas McCord
Elenco – Antonio Banderas, Olivia Williams, John Shrapnel, Derek Jacobi, Jason Flemyng, John Wood, Makram J. Khoury, Vernon Dobtcheff, Ian McNeice, Mohammed Bakri.

Em Jerusalém, a arqueóloga israelense Sharon Golban (Olivia Williams) é chamada para escavar um túnel encontrado atrás de um loja e localiza um corpo que pode ser de Jesus Cristo. 

A descoberta abala a fé do padre Lavelle (Derek Jacobi) e assusta o Papa (John Wood), que envia o padre Matt Gutierrez (Antonio Banderas) para investigar o caso, ou melhor, fazer tudo para provar que a história é uma mentira. 

A princípio Sharon e o padre Gutierrez se desentendem por terem opiniões diferentes, mas aos poucos percebem que precisam se unir quando diversos grupos religiosos e políticos tentam usar a descoberta em favor próprio. 

A ótima premissa se perde no roteiro que mistura religião e política de forma confusa, jogando no mesmo caldeirão a luta entre israelenses e palestinos, os dogmas arcaicos da Igreja Católica, a manipulação dos fiéis e a eterna disputa entre ciência e religião. 

O elenco faz o que pode, mas no final o espectador fica frustrado com o desperdício de um tema que poderia render um grande filme.

7 comentários:

Celo Silva disse...

Filme previsivel, me irritou em alguns momentos. Daqueles q não dá vontade de rever.

Fábio Henrique Carmo disse...

Tem mesmo uma ótima presmissa, mas se perde no andamento. Lembro de ter visto esse filme no cinema e sair frustrado da sala.

O Narrador Subjectivo disse...

A premissa é interessantíssima, mas nunca cheguei a ver o filme.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Realmente é um filme bem fraquinho...

O Falcão Maltês

Hugo disse...

A todos - É uma história com grande potencial que acabou desperdiçada.

Abraço

Alysson Mello disse...

Pelo visto a maioria aqui nao gostou do filme, apesar de ter bom elenco parece q mesmo assim nao ajudou do filme ser um fracasso.eu adoro o trabalho do Antonio Banderas.

Hugo disse...

Alysson - Faltou um roteiro melhor e também um diretor mais talentoso.A boa premissa acabou sendo desperdiçada.

Abraço