terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Senna

Senna (Senna, Inglaterra, 2010) – Nota 9
Direção – Asif Kapadia
Documentário – Ayrton Senna, Alain Prost, Ron Dennis, Frank Williams.

Durante anos, o projeto de um filme sobre a vida de Ayrton Senna foi comentado pela imprensa, mas nunca saiu do papel. O boato era que o filme seria protagonizado por Antonio Banderas, que seria um grande fã de Senna.

Com este projeto engavetado, somente em 2010 o inglês de origem indiana Asif Kapadia resolveu montar um documentário sobre a história do piloto. O documentário é correto na parte técnica, sem inovações, porém o roteiro é perfeito ao contar a trajetória de Senna na Fórmula 1, mostrando suas vitórias inesquecíveis, seus títulos, acidentes, a disputa dentro e fora das pistas com Alain Prost, sua briga com o chefão da categoria na época, o francês Jean Marie Balestre, até a trágica corrida em Ímola, tudo isso recheado com imagens inéditas de bastidores da Fórmula 1 e da vida pessoal de Senna.

Um dos grandes acertos do diretor é passar a emoção na medida certa e não apelar para o dramalhão, o que poderia acontecer facilmente na parte final da história não mãos de algum diretor que quisesse lucrar com a polêmica.

Analisando o histórico de filmes sobre corridas, fiquei feliz que a vida de Senna tenha sido contada em um documentário através de imagens reais, já que uma produção de Hollywood provavelmente distorceria a história, que nós brasileiros conhecemos tão bem e principalmente admiramos.

7 comentários:

Amanda Aouad disse...

Confesso que chorei muito ao ver esse filme. O roteiro é mesmo bastante feliz em reconstruir a trajetória do piloto, as disputas com Prost e claro, o acidente.

bjs

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Estou louco para ver esse documentário, Hugo.
Abraços e apareça,

O Falcão Maltês

Fábio Henrique Carmo disse...

Um ótimo documentário que foi absurdamente ignorado pelo Oscar. Levou o merecido reconhecimento no BAFTA.

E olha que eu nem sou lá tão fã do Senna assim. Sempre afirmo que ele foi o melhor piloto de todos os tempos, mas tinha restrições à sua personalidade. O diretor soube contar a história, que poderia cair facilmente no piegas, de forma sóbria, correta e colocando a emoção na dose certa!

Abraço!

Hugo disse...

Amanda - Muita gente se emociona apenas em ver alguma imagem do Senna, imagina um documentário completo.

Antonio - Assista, é um documentário muito bem realizado.

Fábio - A narrativa e o ritmo estão no ponto exato, além do roteiro correto que conta sem exageros a vida de Senna, principalmente a vida profissional.

Abraço a todos

Tiago Britto disse...

Belo documentário. Muito lindo mesmo. Uma pena ter sido esquecido! Ao menos o Bafta fez valer!

Natalia Xavier disse...

Acho esse uma das maiores qualidades do documentario, Hugo: o fato de ser praticamente uma história contada com imagens reais, e só daquela época, sem depoimentos de gente "atual"falando o quanto Senna foi importante. Chorei mto com esse documentário, mexeu um pouco com a nostalgia domingueira de cada um né?

Abs!!

Hugo disse...

Tiago - A falta de prêmios não desvaloriza o documentário.

Natalia - Concordo, se o documentário seguisse este estilo de depoimentos atuais rasgando seda para o Senna, perderia muito a força.

Abraço