segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Sargento York

Sargento York (Sargeant York, EUA, 1941) – Nota 7
Direção – Howard Hawks
Elenco – Gary Cooper, Walter Brennan, Joan Leslie, George Tobias, Stanley Ridges, Ward Bond, June Lockhart, Dickie Moore.

Numa pequena cidade do Tennessee, Alvin York (Gary Cooper) mora com a mãe e um casal de irmãos menores, sendo dono de um pequeno pedaço de terra onde tenta cultivar para sobreviver. Ele tem interesse em casar com a bela Gracie Williams (Joan Leslie) e para isso deseja comprar terrar férteis na planície próxima a cidade. 

Após alguns infortúnios, ele acaba se tornando um homem religioso, também com a ajuda de um pastor (Walter Brennan), porém quando explode a Primeira Guerra Mundial, Alvin é convocado e tenta ser dispensado alegando que sua religião o proíbe de matar um inimigo. Mesmo assim ele é obrigado ir para guerra e se torna um herói. 

Baseado no diário de Alvin C. York, herói da Primeira Guerra Mundial, este longa dirigido pelo ótimo Howard Hawks é competente na primeira metade onde mostra a vida de Alvin York no pequeno povoado e sua descoberta da fé. Na segunda parte, apesar de algumas boas cenas de ação, a forma como é mostrado o heroísmo do personagem quase beira o absurdo. 

Fica claro que o filme foi produzido no meio da Segunda Guerra Mundial como uma forma de propaganda militar, assim como outros longas e também a participação ativa de alguns astros de Hollywood junto as tropas americanas. 

Outro detalhe que incomoda é a idade Gary Cooper, na época ele tinha quarenta anos e interpretava um jovem que deveria estar na casa dos vinte. Funciona como diversão, mas não pode ser levado a sério. 

4 comentários:

Filmes Antigos Club disse...

Excelente! Cooper ganhou seu primeiro Oscar (depois seria em "High Noon" em 1952)e ele só interpretou o personagem porque o verdadeiro Sargento Alvin C. York, que na época já era um senhor de quase 60 anos, pediu para que ele o interpretasse. Tenho uma foto dos dois juntos num bate-papo.

Valeu pela reminiscência deste grande clássico. Abraços e apareça no meu espaço!

Paulo Néry

Hugo disse...

Paulo - Ótima informação, não sabia da participação do verdadeiro Alvin York no filme.

Estes dias estão corridos, mas tentarei visitar seu blog.

Abraço

Jefferson Clayton Vendrame disse...

Ótimo filme, Cooper sem dúvidas mereceu o Oscar.

Parabens por trazer esse Post.

Abração

Hugo disse...

Jefferson - Apesar de um pouco envelhecido na segunda parte, ainda é um bom filme.

Abraço