quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Dia 8 - Filme Cebola (Mais Triste de Todos)

O Campeão (The Champ, EUA, 1979) - Nota 8
Direção – Franco Zeffirelli
Elenco – Jon Voight, Faye Dunaway, Ricky Schroeder, Jack Warden, Arthur Hill, Elisha Cook Jr, Dana Elcar.

A história do decadente ex-boxeador Billy (Jon Voight) que leva uma vida difícil cuidando do filho pequeno T. J.(Ricky Schroeder), que foi abandonado pela mãe Annie (Faye Dunaway) tem provavelmente o final mais triste da história do cinema.

A situação piora quando sua ex-esposa Annie reaparece e deseja retomar a guarda do pequeno T. J., que prefere viver com o pai. Precisando de dinheiro para a disputa no tribunal, Billy resolve voltar aos ringues, situação que terminará tragicamente

Infelizmente Schroeder não conseguiu se firmar na carreira quando adulto, tendo como papel mais importante sua participação em três temporadas da série "Nova York Contra o Crime" (NYPD Blue).

Nos últimos anos ele foi coadjuvante em uma temporada da série "Scrubs" e outra de "24 Horas".

5 comentários:

Filmes Antigos Club disse...

É pode apostar que é mesmo um filme cebola, Hugo. Ultimamente tento evitar ao máximo este tipo de fita, mas aplaudo esta obra de Zeffirelli, que sem dúvida, é um grande diretor.

Desejo a vc votos de um Natal cheio de alegrias com os seus. Grande abraço.

Paulo Néry
Filmes Antigos Club

Luís disse...

Nossa, esse é o filme eleito como o mais triste de todos os tempos, não é?

Eu não vi, mas espero conferi-lo logo, em especial por causa de Faye Dunaway. Essa sinopse me remeteu a Kramer vs. Kramer...

Hugo disse...

Paulo - Um Feliz Natal para você também!

Luís - Lembra um pouco de "Kramer vs Kramer", porém o filme é devastador de tão triste.

Abraço

Jefferson Clayton Vendrame disse...

Hugo, comprei esse filme após ler na net sobre esse lugar que ele ocupou de o "mais triste da história". Realmente o filme é bom, e tristezinho também, só que dizer que é O MAIS TRISTE? exagero em, mais que as lagrimas dos norte coreanos .... kkkk, o que mais me impressionou nesse filme foi a interpretação do "molequinho" mas po de longe não é o filme mais triste, eu elaboraria uma lista pelo menos com 500 títulos mais triste que ele....
Abração

Hugo disse...

Jefferson - É uma questão de gosto pessoal, por exemplo, existem muitos filmes com o tema doença em que o personagem principal morre no final.

No meu caso este filme "O Campeão" marcou pelo desespero do garotinho na sequência final.

Abraço