terça-feira, 27 de setembro de 2011

Eram os Deuses Astronautas

Eram os Deuses Astronautas (Erinnerungen na die Zukunft, Alemanha Ocidental, 1970) – Nota 7
Direção – Harald Reinl

Este documentário produzido há mais de quarenta anos foi baseado no best seller de mesmo nome do escritor suíço Erich Von Daniken, que acredita que nosso planeta foi visitado por extraterrestres há milhares de anos e estes ajudaram antigas civilizações na construção do que hoje são monumentos históricos. 

O roteiro começa mostrando documentos históricos onde foram descritos contatos com deuses, que para Daniken são extraterrestres, inclusive mostrando passagens da bíblia que se forem interpretadas ao pé da letra, deixam esta impressão. 

O documentário fica mais interessante quando passa a mostrar construções que até hoje os especialistas não sabem como foram feitas. As câmeras viajam pelas esculturas gigantes da Ilha de Páscoa, as Pirâmides do Egito, as similares construídas por Maias e Astecas no México e pelos Incas no Peru, as chamadas Linhas de Nazca também no Peru, entre outros enigmas da humanidade. 

Hoje em dia o documentário pode parecer datado por apresentar um conteúdo que canais como Discovery e History discutem em variados programas, com a participação de especialistas e curiosos no assunto, porém deve-se levar em conta que o livro de Daniken e o documentário foram produzidos numa época em que estas informações eram restritas a pouquíssimas pessoas. 

Como curiosidade, o falecido diretor Harald Reinl que nasceu no início do século XX ainda no Império Austro-Húngaro, era conhecido pela série de faroestes produzidos na Europa chamados “Winnetou”, que foram estrelados pelo americano Lex Barker, um dos interpretes de Tarzan mais famosos da história do cinema, que estrelou cinco filmes com o personagem. 

2 comentários:

Celo Silva disse...

é um DOC interessante e intrigante mesmo, com belas imagens, principalmente na Ilha de Pascoa.

Hugo disse...

Celo - É interessante, mas não se pode comparar com os programas atuais que discutem o mesmo tema.

Abraço