terça-feira, 9 de agosto de 2011

A Origem


A Origem (Inception, EUA / Inglaterra, 20100 – Nota 9
Direção – Christopher Nolan
Elenco – Leonardo DiCaprio, Ken Watanabe, Joseph Gordon Levitt, Ellen Page, Tom Hardy, Dileep Rao, Cillian Murphy, Tom Berenger, Marion Cotillard, Michael Caine, Pete Postlethwaite, Lukas Haas.

Cobb (Leonardo DiCaprio) e seu parceiro Arthur (Joseph Gordon Levitt) trabalham para uma organização invadindo os sonhos de pessoas influentes para roubar segredos. Após uma tentativa frustrada de enganar o empresário japonês Saito (Ken Watanabe), a dupla recebe o convite do próprio sujeito para juntos “plantarem” na mente de Robert Fischer (Cillian Murphy) a idéia de que seu moribundo pai (Pete Postlethwaite em seu último papel antes de falecer) deseja vender suas empresas e deixá-lo de lado na herança. O objetivo de Saito é comprar as empresas da família Fischer com facilidade. 

Para cumprir o objetivo, Cobb monta uma equipe com Ariadne (Ellen Page) um arquiteta que montará as estruturas dos sonhos, Eames (Tom Hardy) que consegue imitar a forma de outras pessoas durante os sonhos e Yusuf (Dileep Rap) um químico especialista em criar drogas para sustentar as pessoas em vários níveis de sonhos. 

Novamente Nolan mostra ser um grande realizador e roteirista, acertando em cheio na história que segue a fórmula de filmes sobre golpes em sua premissa, mas que se transforma numa ficção onde se misturam sonho e realidade. 

A idéia de ligar pessoas pelo sonho já foi usada em filmes como “Morte nos Sonhos” de Joseph Ruben e na série “A Hora do Pesadelo”, porém aqui é a primeira vez em que a ação se divide em níveis dentro do sonho, como se os personagens estivessem desbravando uma caverna e ligados por uma corda que não poderia ser cortada, caso isso acontecesse se perderiam eternamente. 

Outro detalhe interessante é o trauma que carrega o personagem de DiCaprio, fator de extrema importância na trama. 

Com certeza é um longa para ser visto mais de uma vez.

7 comentários:

! Marcelo Cândido ! disse...

É sensacional
! ! !

Celo Silva disse...

Adoro esse filme! Um dos melhores do ano passado, mas acredita q tem muita gente q repudia. Acha pretensioso, acho q eles é q não merecem esse filmaço.

Gabriel Neves disse...

Com certeza, um filme para ser visto mais de uma vez. Estou até planejando rever, foi uma das minhas maiores surpresas de 2010.
Abraços!

Kuki Bertolini disse...

Hugo,que baita filme!!Nossa,eu adorei de verdade,tanto que vi 3 vezes em menos de um mês.O Leonardo subiu muito no meu conceito nos últimos filmes dele.Antes de O aviador,eu não curtia o trabalho dele.Ele tem tudo pra ser um grande ícone! O filme é incrível,tanto em produção e efeitos,quanto na escolha do elenco.Massa teu post,como sempre!!Grande abraço!!! =D
http://thecinefileblog.blogspot.com/

Hugo disse...

Marcelo - Grande filme.

Celo - É um filme que não agradará a todos, principalmente o público que gosta de filmes lineares, onde não é necessário pensar. Esta obra de Nolan deixa o espectador pensando por um bom tempo. Cinema é isso, mexer com o espectador.

Gabriel - Uma segunda sessão com certeza trará surpresas.

Kuki - Leonardo DiCaprio mostra que é bom ator há vários anos, além de na maioria das vezes acertar na escolha do filme.

Abraço a todos

Equipe Cinema Detalhado disse...

O filme mais injustiçado no Oscar desse ano. Muito bom, muito mesmo. Nolan como sempre nos brindando com uma ótima película.

Hugo disse...

Cinema Detalhado - É um filme complexo que prende a atenção.

Abraço