sábado, 13 de agosto de 2011

A Lenda do Tesouro Perdido


A Lenda do Tesouro Perdido (National Treasure, EUA, 2004) – Nota 7,5
Direção – Jon Turteltaub
Elenco – Nicolas Cage, Diane Kruger, Justin Bartha, Sean Bean, Jon Voight, Harvey Keitel, Christopher Plummer, Mark Pellegrino, David Dayan Fischer, Oleg Taktarov, Stewart Finlay McLennan.

Benjamin Franklin Gates (Nicolas Cage) é um caçador de tesouros que segue a tradição de sua família. Seu alvo principal é descobrir o Tesouro dos Templários, que conforme a lenda foi escondido pela Maçonaria durante a Revolução Americana. 

Numa destas caçadas, ele e sua equipe descobrem uma pista que aponta para o tesouro, porém o mapa estaria na Declaração de Independência Americana, documento histórico guardado em um museu. Um dos parceiros de Ben, Ian Howe (Sean Bean) vê a chance de enriquecer e planeja roubar o documento, sem antes tentar matar Ben e seu outro parceiro, Riley Poole (Justin Bartha), que acabam se salvando. 

Os dois amigos resolvem pedir ajuda ao FBI para impedir o roubo, mas são ignorados pela agente Abigail Chase (Diane Kruger), o que deixa como única saída da dupla tentar eles mesmos roubarem o documento.

Esta aventura pega carona no sucesso de “O Códido Da Vinci”, principalmente no livro, cumprindo bem o papel de divertir o espectador com uma boa história e cenas de ação bem filmadas. 

Entre vários filmes irregulares, este é um bom trabalho de Nicolas Cage, que tem a ajuda cômica de Justin Bartha e a beleza de Diane Kruger, além de Sean Bean repetindo pela enésima papel de vilão. 

Como curiosidade, o diretor John Turteltaub é responsável por outros simpáticos filmes, como “Enquanto Você Dormia”, “Operação Dumbo” e “Jamaica Abaixo de Zero”, além da continuação deste “A Lenda do Tesouro Perdido” produzida em 2007.

10 comentários:

Celo Silva disse...

gosto desse filme, mas achei a continuação tão fraquinha...

Ana disse...

Já assisti esse filme. Gostei bastante na época. É aventura atrás da outra. :)
Ótima dica.

Bjs ;)

alan raspante disse...

Nunca assisti. Nuna houve curiosidade... Até agora, pelo menos...

Gabriel Neves disse...

Assisti e não gostei. Não sei, não me cativou muito, talvez por parte de Nicolas Cage - que eu simplesmente destesto depois de várias tentativas em filmes de ação.
Abraços

Rafael W. disse...

Boa diversão, só isso.

http://cinelupinha.blogspot.com/

Amanda Aouad disse...

É isso, um filme simpático. Como você disse, entre erros e acertos consegue atingir seu objetivo. Nos envolve e deixa curiosos com a resolução.

bjs

Ciro Hamen disse...

não vi, mas tem uma carinha de filme de sessão da tarde (e não que isso seja ruim hehehe)

abs!

Hugo disse...

Celo - Ainda não assisti a continuação.

Ana - O filme tem um bom ritmo.

Alan - É um divertimento rápido.

Gabriel - Muitas pessoas não gostam de Nicolas Cage e isso já conta contra o filme, mesmo quando o trabalho não é ruim.

Rafael, Amanda e Ciro - É sempre bom assistir a um filme que divertimento puro, sem grandes exigências.

Abraço a todos

KA disse...

Não fosse minha implicância eterna com Cage, eu teria curtido mais o filme. É divertido sim. Mas Cage me irrita tanto rs...
Abs

Hugo disse...

Ka - Já percebi que o cartaz de Nicolas Cage com os blogueiros está baixo...rs

Abraço