quarta-feira, 13 de abril de 2011

Conspiração Xangai


Conspiração Xangai (Shanghai, EUA / China, 2010) – Nota 7
Direção – Mikael Hafstrom
Elenco – John Cusack, Gong Li, Chow Yun Fat, Ken Watanabe, David Morse, Franka Potente, Jeffrey Dean Morgan, Hugh Bonneville, Benedict Wong, Christopher Buccholz, Ronan Vibert, Nicholas Rowe, Michael Culkin.

Em 1941, a cidade de Xangai é uma verdadeira Babel, onde americanos, ingleses e alemães convivem à espera da entrada dos americanos na guerra e onde japoneses preparam uma invasão e lutam contra a resistência chinesa. 

No meio desta loucura, o espião americano Paul Soames (John Cusack) disfarçado de jornalista, investiga quem assassinou seu amigo Conner (Jeffrey Dean Morgan) e se depara com uma rede de intrigas e segredos. Paul usa seu charme e inteligência para se aproximar de um poderoso do local, Anthony Lan Ting (Chow Yun Fat) e sua esposa Anna (Gong Li), com quem inicia um flerte e descobre que ela está envolvida com a resistência chinesa. Durante a investigação, Paul desconfia do envolvimento de Tanaka (Ken Watanabe), chefe do serviço secreto japonês, no assassinato do amigo, que ao parece descobriu algum segredo do sujeito. 

A história lembra os filmes de espionagem dos anos sessenta, com John Cusack criando um agente ao estilo James Bond, porém sem as engenhocas clássicas. Como destaques, além de Cusack sempre competente, posso citar o bom elenco internacional que dá veracidade aos personagens, além da bem cuidada reconstituição de época. 

O diretor sueco Mikael Hafstrom reedita aqui a parceria com Cuscak depois do bom suspense “1408”, porém estes dois trabalhos estão aquém de seus filmes produzidos na Suécia. São imperdíveis o drama sobre bullyng e maus tratos em um colégio chamado “Ondksan – Raízes do Mal” e o suspense “A Maldição do Lago” também ambientado em um colégio. 

Para os cinéfilos mais curiosos, o inglês que interpreta o dono da casa de ópio é vivido por Nicholas Rowe, hoje quase um desconhecido, mas que em 1985 interpretou um Sherlock Holmes adolescente em “O Enigma da Pirâmide” dirigido por Barry Levinson e produzido por Spielberg.

5 comentários:

Amanda Aouad disse...

Tô curiosa com esse filme, mas não estreou em Salvador... Só esperando.

bjs

Alan Raspante disse...

Lembro de ter visto o trailer em uma das minhas idas ao cinema. Lembro de ter gostado do trailer, rs Vou procurar assisti-lo!

diego disse...

John Cusack e Ken Watanabe no elenco já fica interessante...caraca, acabei de postar sobre Babel, o filme, e falei sobre o significado literal da palavra..!

Rodrigo disse...

Já tinha ouvido falar, porém ainda não encontrei. Abraços.

Hugo disse...

Amanda - Talvez vá direto para dvd por aí.

Alan - É um trabalho interessante.

Diego - Este filme que citei tem atores de diversos países, um boa sacada da produção.

Rodrigo - É um bom filme.

Abraço a todos