quinta-feira, 31 de março de 2011

A Hora do Pesadelo (2010)


A Hora do Pesadelo (A Nightmare on Elm Street, EUA, 2010) – Nota 6,5
Direção – Samuel Bayer
Elenco – Jackie Earle Haley, Kyle Gallner, Rooney Mara, Thomas Dekker, Katie Cassidy, Kellan Lutz, Clancy Brown, Connie Britton.

Na cidade de Springwood, alguns jovens sonham diariamente com um sujeito deformado por queimaduras, que usa um chapéu e garras de metal no lugar as mãos. Quando um destes jovens (Kellan Lutz) morre durante um cochilo, os demais ficam desesperados e fazem tudo para não dormir, pois poderão serem os próximos a morrer. Para tentar entender o porquê dos sonhos, dois destes jovens, Quentin (Kyle Gallner) e Nancy (Rooney Mara) investigam e descobrem que no passado um pedófilo chamado Freddy Krueger (Jackie Earle Haley) fora atacada pelos país dos garotos e queimado vivo. 

Esta refilmagem segue a risca o longa original, incluindo copiar algumas cenas como a morte de um dos personagens na cama, o corpo da garota sendo arrasatado no hospital e a garra de Freddy aparecendo na banheira enquanto uma jovem toma banho, além da inevitável música “1, 2, Freddy vai te pegar...”, mas no geral se mostra desnecessária e sem o charme do clássico de Wes Craven. 

O único novo elemento do longa é a presença do sinistro Jackie Earle Haley como Freddy. Por sinal, a maior curiosidade é a própria carreira de Jackie Earle Haley, que ainda garoto nos anos setenta trabalhou em filmes como “O Dia do Gafanhoto” e “Garotos em Ponto de Bala”, porém na fase adulta ficou relegado a pequenas participações em seriados durante vinte e cinco anos e o destino acabou ajudando a sua carreira renascer quando interpretou o papel também de um pedófilo no drama “Pecados Íntimos” de Todd Field em 2006, onde chegou a concorrer ao Oscar de Ator Coadjuvante.

9 comentários:

diego disse...

Sinceramente, eu acho muito desnecessário tantas sequencias, e parei de acompanhar a série faz tempo, gostei muito do primeiro, e esse deve ser interessante pela presença do Jackie Earle Haley, mas acho que não vou assisti, não sei, não é atrativo.

Dan disse...

Oi Hugo,

Não assisti a este remark, mas o original é maravilhoso. Gosto do 3 também.

Abraço

Amanda Aouad disse...

Olha, eu só achei interessante esse filme pela forma inusitada que vimos aqui em Salvador, em uma pré-estreia meia noite. O clima foi legal, mas o filme, como você disse ele seguiu a história original, mas até por isso, perdeu o charme....

Jack, The Ripper disse...

Simplesmente odiei este remake, achei o extremamente desnecessário e nada divertido. Em compensação, o filme original é incrível.

Tiago Britto disse...

Gosto da atuação do novo Freddy e só.

Rodrigo disse...

Nunca vi o original, muito menos esse. Abraços.

Rafael W. disse...

"Mas no geral se mostra desnecessária e sem o charme do clássico de Wes Craven."

Disse tudo, Hugo. ;)

http://cinelupinha.blogspot.com/

Thomás R. Boeira disse...

Foi um filme ruim, como a grande maioria de remakes de slasher movies acaba sendo.

Mas eu acho que este A Hora do Pesadelo é melhor que os remakes de Sexta-Feira 13, Halloween e O Massacre da Serra Elétrica.

Jackie Earle Haley é um ator espetacular, mas não foi bem como Freddy. Em certo momento do filme, o olhar dele pareceu de assustado, o que não combina em nada com Freddy Krueger.

Abraço,
Thomás
http://www.brazilianmovieguy.blogspot.com/

Hugo disse...

Diego - É o tipo de filme para assistir apenas como curiosidade.

Dan - Concordo, são do dois melhores da série, seguido pelo sétimo que também é dirigido por Wes Craven.

Amanda - O clima com certeza ajudou.

Jack - Não tem como comparar, o original é bem melhor.

Tiago - Tb considero que o novo Freddy não fez feio.

Rodrigo - Nem todos gostam do gênero terror.

Rafael - É isso.

Thomás - Desta leva, eu considero o remake de "Halloween" o melhor, apesar de não se comparar com o original.

Abraço a todos