quarta-feira, 23 de março de 2011

Assim Caminha a Humanidade - O Adeus a Elizabeth Taylor

Hoje o cinema perdeu uma das suas maiores estrelas de todos os tempos, a belíssima Elizabeth Taylor faleceu aos setenta e nove anos após um sucessão de problemas de saúde nos últimos quinze anos.

Liz Taylor estava afastada do cinema desde uma pequena participação em "Os Flintstones" em 1994, mas sua carreira já estava de lado desde meados dos anos oitenta, quando seu grande amigo Rock Hudson faleceu em virtude da AIDS e ela se engajou na luta contra a doença.

Entres os grandes destaques de sua carreira estão filmes como "Cleópatra", "O Pecado de Todos Nós", "Gata em Teta de Zinco Quente", entre diversos outros, além da polêmica em virtude de seus oito casamentos, sendo o mais notório com o astro Richard Burton, com quem por sinal se casou duas vezes.

Como homenagem escrevo sobre o clássico "Assim Caminha a Humanidade", que ela estrelou ao lado do amigo Rock Hudson e do mito James Dean.


Assim Caminha a Humanidade (Giant, EUA, 1956) – Nota 8,5
Direção – George Stevens
Elenco – Elizabeth Taylor, Rock Hudson, James Dean, Carroll Baker, Dennis Hopper, Chill Wills, Mercedes McCambridge, Sal Mineo, Rod Taylor.

O fazendeiro texano Bick Benedict (Rock Hudson) conhece, se apaixona e casa rapidamente com a bela Leslie (Elizabeth Taylor), com quem vai morar em sua propriedade, a fazenda “Giant” do título. A princípio Leslie é recebida com frieza por Luz (Mercedes McCambridge), irmã de Bick, uma solteirona que não fica feliz em ter de dividir a casa com a cunhada. Ao mesmo tempo Leslie é apresentada ao peão Jett Rink (James Dean), um jovem orgulhoso que não é bem visto por Bick. Esta rixa entre os dois aumenta quando Jett descobre petróleo em sua pequena propriedade e se torna tão rico quanto Bick. 

A história seguirá décadas na vida destes personagens, com reviravoltas, amores e preconceito social em uma saga dramática contada em mais de três de projeção. A longa duração não atrapalha o filme o desenvolvimento do roteiro segura a atenção espectador, tendo ajuda também de personagens bem construídos, inclusive os coadjuvantes, que tem os jovens na época Dennis Hopper e Carrol Baker como o casal de filhos da família Benedict, além do precocemente falecido Sal Mineo e o bom ator Rod Taylor. 

O trio principal é outro grande destaque, inclusive o astro Rock Hudson que nunca foi considerado um grande ator, tem aqui uma ótima interpretação como o latifundiário que precisa aceitar a chegada dos novos tempos. Elizabeth Taylor como sempre desfila sua beleza e talento como a jovem que amadurece diante dos conflitos familiares e James Dean confirma o grande ator que seria, neste trabalho que foi lançado apenas após sua morte.

11 comentários:

diego disse...

Achei que ela estava melhor em Gata em Teto de Zinco Quente, entre os que eu assisti..ainda não assisti a esse..rsrs!


Curti muito o blog...que tal uma parceria ...dá uma olhada lá no meu

http://oirlandes.blogspot.com/

aguardo a resposta...okay!

Amanda Aouad disse...

Assim caminha a humanidade é mesmo um clássico, gosto muito também de A Megera Domada, aliás, gosto muito de Liz Taylor mesmo com todas as polêmicas. Pena que sua última participação tenha sido como a sogra de Fred Flintstones.

bjs

M. disse...

Elizabeth Taylor sempre deixará saudades. Este filme "Giant" com o também inesquecível James Dean marcou bastante. Sem dúvida perdemos uma diva e ótima atriz.

Clenio disse...

Mais uma grande estrela que se vai. Não só em "Assim caminha a humanidade", mas em "Gata em teto de zinco quente", "Um lugar ao sol" e "Quem tem medo de Virginia Woolf?", Liz Taylor demonstrou todo seu talento.
Ficam na memória suas atuações antológicas e sua beleza estonteante.

Abraços
Clênio
www.lennysmind.blogspot.com
www.clenio-umfilmepordia.blogspot.com

Rodrigo Mendes disse...

GIANT é um filme magnífico, além de Liz tem James Dean.
Enfim. Foi-se uma estrela a única de olhos violeta. E digo estrela pq ela esteve magnífica num papel em preto e branco e "feio" como em Quem Tem Medo de Virginia Woolf?"

Abs.
RODRIGO

Dan disse...

Oi Hugo,

Lembro que assisti este filme num cinema no bairro que vivia quando criança. Grande filme, de uma beleza maravilhosa. Quanto a Liz nosso querido adeus.

Abraços

Hugo disse...

Diego - Valeu pela visita, irei conhecer seu blog.

Amanda - Apesar de não ser meu gênero preferido, concordo que ela está muito bem em "A Megera Domada" ao lado de Richard Burton.

Márcia - Ela já estava com problemas de saúde há muitos anos.

Clênio - Ela deixou uma carreira brilhante.

Rodrigo - Além de bela tb era ótima atriz.

Dan - Hoje dificilmente é produzido um filme tão longo como esse e nem o público atual tem paciência para assistir.

Abraço a todos

diego disse...

Okay cara, então parceria selada!

acabei de linka-lo no meu tambem!!!

grande abraço, e mais uma vez parabens pelo trabalho !!!

B-Cine disse...

Olá Hugo estava procurando sobre Giant na internet e encontrei o seu blog, muito bom por sinal.
Um elenco estrelar desses dirigido pelo fera George Stevens. Para mim só não é melhor do que Shane. O filme também poderia ser um pouco mai curto na minha opinião. Mas é excelente de toda a forma.
Queria também te convidar para o meu blogger que eu faço com dificuldade mas com muito carinho.
www.b-cine-b-cine.blogspot.com. É o B-Cine. Se puder de uma passada por lá e parabéns pelo teu blog.

Hugo disse...

Bruno - Obrigado pelo elogio, em seguida visitarei seu blog.

Abraço

Silvano Vianna disse...

Esta na minha lista para assistir nessa semana em homenagem a grande Elizabeth Taylor...depois eu comento melhor.