sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

O Justiceiro - 1999 e 2004



Nesta postagem escrevo sobre duas adaptações do herói de quadrinhos "O Justiceiro" que fracassaram no cinema. Não estou considerando um terceiro longa lançado em 2008 que ainda não assisti. Não sou fã de quadrinhos, mas fica claro pela reação do fãs que os filmes estão aquém da obra original. Analisando como cinema, não passam de filmes pouco mais do que razoáveis.


O Justiceiro (The Punisher, EUA, 1989) – Nota 6
Direção – Mark Goldblat      
Elenco –  Lundgreen, Louis Gossett Jr, Jeroen Krabbe, Kim Miyori, Barry Otto, Nancy Everhard.

Após o fracasso de “Mestres do Universo”, Dolph Lundgreen tentou acertar novamente com outra adaptação de um herói para o cinema, desta vez da cultuada história em quadrinhos “O Justiceiro” e novamente errou na escolha. 

A história tem como protagonista o ex-policial Frank Castle (Dolph Lundgreen), que após ter sua família assassinada, se torna o “Justiceiro”, saindo pela cidade para combater os criminosos. Frank/Justiceiro enfrentará ainda uma disputa entre grupos criminosos, a Máfia Italiana e a Yakuza. Os fãs do personagem e os críticos não gostaram do longa. 

Como não sou fã de quadrinhos, não posso comparar mas fica claro que este longa é voltado apenas para as cenas de ação e acaba sendo até compentente neste quesito, principalmente pela mão do diretor Mark Goldblatt, que na verdade é especialista em edição e tem no seu currículo trabalho em filmes como a série “Exterminador do Futuro”, “Rambo” e “Comando Para Matar”.

O Justiceiro (The Punisher, EUA, 2004) – Nota 6,5
Direção – Jonathan Heinsleigh
Elenco – Thomas Jane, John Travolta, Will Patton, Rebecca Romijn Stamos, Laura Harring, Ben Foster, Roy Scheider, Samantha Mathis, John Pinettte, Antoni Corone.

O agente do FBI Frank Castle (Thomas Jane) trabalha disfarçado como negociante de armas e numa de suas missões acaba matando o filho do chefão do crime, Howard Saint (John Travolta), que para se vingar manda matar a mulher e o filho de Frank. Obecado por vingança, Frank se transforma no “Justiceiro” para eliminar os bandidos da cidade e principalmente matar Howard Saint. 

Apesar do filme ser melhor que a versão com Dolph Lundgreen, fica claro que o roteiro é fraco, repleto de clichês, com Thomas Jane e John Travolta criando personagens comuns ao gênero. As cenas de ação são violentas, mas mesmo assim o filme não empolga e provavelmente por isso nem foi lançado nos cinemas por aqui, na época chegou direto em DVD.

4 comentários:

! Marcelo Cândido ! disse...

Vi apenas o de 2004
!!!

Ricardo Morgan disse...

Gostei mais da versão de 2004!

Hugo disse...

Marcelo e Ricardo - A versão de 2004 é um pouco melhor e nada mais que isso.

Abraço

Renato disse...

tem um outro justiceiro mais recente
eu particulamente achei ele muita bom
desses 2 vi apenas o de 2004 e achei uma merda
mas esse mais recente
é perfeito
completamente antheroi o personagem principal
muuuuuito foda
blogueiro veja ele