domingo, 9 de janeiro de 2011

Gran Torino


Gran Torino (Gran Torino, EUA, 2008) – Nota 8
Direção – Clint Eastwood
Elenco – Clint Eastwood, Bee Vang, Ahney Her, Christopher Carley, Brian Haley, Geraldine Hughes, Brian Howe, John Carroll Lynch, William Hill.

O viúvo Walt Kowalski (Clint Eastwood) é um veterano da Guerra da Coréia que carrega traumas do conflito e que não consegue se relacionar com os filhos, noras e netos. Extremamente mal humorado, Walt vive sozinho num bairro onde hoje moram apenas imigrantes que ele despreza e que tenta manter distância. Num certo dia, a família vizinha de vietnamitas enfrenta um terrível problema quando uma gangue quer levar a força o garoto Thao (Bee Vang), o que faz Walt afugentar os sujeitos e se transformar em herói no bairro. Relutante, aos poucos ele acaba aceitando os presentes dos vizinhos e se apega ao garoto Thao e sua irmã Sue (Ahney Her), porém num bairro violento como aquele coisas ruins podem acontecer a qualquer momento. 

Novamente criando um personagem rabugento e com problemas que vem do passado, assim como em “Menina de Ouro”, Clint Eastwood entrega outro drama pesado, que toca no tema atual dos imigrantes e na degradação dos bairros onde eles precisam viver nos EUA, para contar um história triste e mostrar a dificuldade destas pessoas que vivem longe de seu país. 

10 comentários:

Roberto Simões disse...

Brilhante na realização, nas contenção e sobriedade características da sua arte de filmar, Clint Eastwood concebe e concretiza mais um clássico, um poderosíssimo drama de viscerais emoções. E até canta...

Cumps.
Roberto Simões
» CINEROAD – A Estrada do Cinema «

Gema disse...

Eu adorei este filme, acho que Clint Eastwood é um excelente realizador e actor... e este filme mostra bem as questões raciais e dos imigrantes nos EUA.
Muito bom mesmo!
Beijos

Amanda Aouad disse...

Estou me devendo esse filme há um bom tempo. Valeu por lembrar. hehe.

bjs

James Lee disse...

ótimo filme, lembro que na época fiquei bastante emocionado com o seu ato final, rs

LuEs disse...

Eu gostei bastante desse filme, achei muito válida as críticas e também a realização do filme, o qual considero uma boa obra cinematográfica.

Clint realmente criou um personagem parecido com o seu anterior em Menina de Ouro...

Cristiano Contreiras disse...

Grandioso filme que deveria ter sido mais valorizado no Oscar e pelos fãs de Eastwood - bem melhor que o superestimado "Menina de Ouro".

abraços

Mateus Souza disse...

Ainda não vi, mas desejo muito ver. Esse mês, está passando bastante nos canais HBO. Qualquer dia pego o horário e assisto.

Hugo disse...

Roberto - Clint é fantástico em retratar este tipo de drama.

Gema - Ele tocou num tema extremamente atual.

Amanda - Coloque na lista.

James - Um ato maluco e corajoso ao mesmo tempo.

Rodrigo - São personagens semelhantes.

Cristiano - Eu considero "Menina de Ouro" ainda melhor, não só pela história mas também pelo elenco.

Mateus - Marque o horário e assista, vc vai gostar.

Abraço a todos

lematinee disse...

Sou suspeita pra falar. Mas, CLINT EASTWOOD É FODA! Pronto, desabafei!

bjs

Hugo disse...

Natália - Vc foi direta e falou tudo...rs

Bjos