sábado, 6 de novembro de 2010

Sexta-Feira 13 - Partes II, III e IV




Sexta-Feira 13 – Parte II (Friday the 13th Parth 2, EUA, 1981) – Nota 6
Direção – Steve Miner
Elenco – Adrienne King, Amy Steel, John Furey, Kirsten Baker, Stuart Charno.

Esta sequência começa com o assassinato da garota (Adrienne King) sobrevivente do primeiro filme.  A história pula para cinco depois quando um grupo de jovens está pronto para reabrir o acampamento em Crystal Lake, mas Jason aparecerá para saciar sua vingança. 

O roteiro apesar de alguns furos ainda tenta seguir a história contada no filme anterior e tem como mérito ser um dos mais violentos das série. Além disso, o final do longa deixava a dúvida da morte ou não de Jason, já preparando o espectador para a terceira parte. 

O detalhe é que estes dois longas foram dirigidos por Steve Miner, que estreava na função e posteriormente faria outros filmes de terror como “A Casa do Espanto” e “Warlock – O Demônio”. Como curiosidade, Miner é o único a dirigir mais de um filme da série.





Sexta-Feira 13 – Parte III (Friday the 13th Parth III, EUA, 1982) – Nota 4
Direção – Steve Miner
Elenco – Dana Kimmell, Paul Kratka, Tracie Savage, Jeffrey Rogers, Catherine Parks.

A terceira parte da saga de Jason desce a ladeira na questão da lógica, com o roteiro focando apenas nas mortes e colocando vários personagens na tela apenas para morrer. A história começa nos minutos finais do longa anterior e segue o dia seguinte, quando outro grupo de jovens resolve passar o dia numa cabana próxima a Crystal Lake e se transformam no alvo de Jason, que mesmo já tendo terminado sua vingança conforme o roteiro original, continuará a matar inocentes sem dó nem piedade. 

O longa foi lançado na época em 3D, assim como “Tubarão III” feito em 1984 e talvez por isso o diretor tenha se preocupado apenas com as cenas de violência. Outro detalhe, foi nesta parte que Jason começou a utilizar a famosa máscara de hóquei.

Sexta-Feira 13 IV – Capítulo Final (Friday the 13th: The Final Chapter, EUA, 1984) – Nota 5
Direção – Joseph Zito
Elenco – Kimberly Beck, Peter Barton, Corey Feldman, Erich Anderson, Crispin Glover, Barbara Howard, Lawrence Monoson, Judie Aronson.

O longa começa com a polícia recolhendo os mortos do filme anterior e levando o corpo de Jason com um machado enfiado na cabeça ao necrotério. Como a série precisava continuar, Jason não está morto e sai do necrotério para retomar seu caminho de assassinatos violentos. 

Novamente temos um roteiro fraco, com a história se passando um dia após a parte II e dois dias após a parte III e mesmo após algumas dezenas de mortes, um novo grupo de jovens vai para Crystal Lake se divertir. O longa ganha um ponto a  mais que o anterior pelo interessante final, que na cabeça do diretor Joseph Zito seria o encerramento da série. Zito é o responsável por filmes de ação B como “Braddock” e “Invasão aos EUA” com Chuck Norris e “Red Scorpion” com Dolph Lundgreen. 

Outro ponto interessante é o elenco, com alguns atores que tiveram certa fama, como Crispin Glover que trabalharia em “De Volta Para o Futuro” e “As Panteras”, Lawrence Monoson que fez “O Último Americano Virgem”, longa fraco mas que fez algum sucesso nos anos oitenta e o garoto na época Corey Feldman, que tem um currículo melhor que muito astro, tendo trabalhado em filmes como “Os Goonies”, “Os Garotos Perdidos” e “Conta Comigo”.

7 comentários:

Amanda Aouad disse...

Apesar do ar mítico que ficou em torno de Jason e sexta-feira 13, eu realmente não consigo ver graça na série. Mas, interessante sua comparação progressiva.

bjs

Pedro Henrique disse...

Hugo: sempre nostalgico!

Rof disse...

Eae Hugo,tudo bem? como eu disse num outro comentário criei uma seção no blog para postar os seus textos - que gosto bastante. Vou começar amanhã com Missão: Impossível.

Passa lá e dá uma olhada pra ver se gostou.
Abraço cara.

Rof disse...

a propósito... Qual teu sobrenome cara? rss

Hugo disse...

Amanda - Eu assisti até a parte IV, depois deixei de lado. Voltei a conferir e gostei de "Jason X", que tem uma história absurda, mas diverte.

Pedro - Gosto de manter a história viva.

William - Valeu pelo convite, já respondi também direto no seu blog.

Abraço a todos

Adriana disse...

A parte dois é ótima, mas a minha favorita é a parte seis, a parte dez e - é claro - o filme original.

Absinto Muito disse...

Passamos e gostamos do blog. Gostaríamos que, se pudesse, também conhecesse o nosso. Um abraço!
http://absintomuitorock.blogspot.com/