terça-feira, 16 de novembro de 2010

007 A Serviço Secreto de Sua Majestade


007 A Serviço Secreto de Sua Majestade (On Her Majesty’s Secret Service, Inglaterra, 1969) – Nota 7
Direção – Peter Hunt
Elenco – George Lazenby, Diana Rigg, Telly Savalas, Gabriele Ferzetti, Ilse Steppat, Bernard Lee, Lois Maxwell, Desmond Llewellyn.

O longa começa com James Bond (George Lazenby) salvando uma jovem (Diana Rigg) do suicídio e fazendo uma espécie de acordo com o pai da garota, um poderoso bandido que oferece a jovem como esposa para Bond para que ela a proteja e em troca passa informações sobre um plano terrorista do chefe da organização criminoso Spectre, Ernst Stavro Blofeld (Telly Savalas). Com a intenção de matar Blofeld, Bond aceita o acordo e durante a caçada ao sujeito ele acaba se apaixonando de verdade pela jovem, o que terminará em uma tragédia. 

Quando Sean Connery desistiu do papel de James Bond após “Com 007 Só Se Vive Duas Vezes”, os produtores correram para encontrar um substituto e escolheram o desconhecido australiano George Lazenby, o que se mostrou um grande erro. Este único filme estrelado por Lazenby não é ruim, tem boas cenas de ação nos Alpes Suiços, inclusive uma ótima perseguição de trenó, mas peça na interpretação inexpressiva do ator. Fosse um filme com Connery ou Roger Moore, com certeza teria sido bem melhor recebido, apesar de que a tentativa de mudança do personagem, inclusive com ele se casando não agradou a todos os fãs, mas com um ator melhor poderia ser visto apenas como um diferencial na série. 

Depois do fracasso, os produtores abriram os cofres e pagaram uma fortuna para a volta de Connery ao papel dois anos depois em “Os Diamantes São Eternos”, último filme oficial de Connery como Bond, que faria ainda “Nunca Mais Outra Vez” em 1983, que não é considerado um longa da série.

3 comentários:

Amanda Aouad disse...

É um filme direitinho, hehe. Sério, mantêm a fórmula, mas eu só gosto de verdade dos 007 de Sean Connery.

abraços

Dan disse...

Oi Hugo,

Eu gosto do filme e sempre que posso revejo, mas concordo com você a atuação de George Lazenby é pifia.

Abraços

Hugo disse...

Amanda - Acredito que Sean Connery seja o 007 preferido da maioria dos fãs.

Dan - Filme legal com ator ruim.

Abraço