sábado, 2 de outubro de 2010

Eleição


Eleição (Election, EUA, 1999) – Nota 7,5
Direção – Alexander Payne
Elenco – Matthew Broderick, Reese Witherspoon, Chris Klein, Jessica Campbell, Molly Hagan, Mark Harelik, Phil Reeves, Colleen Camp.

Como estamos na véspera da eleições, resolvi escrever sobre este longa de Alexander Payne ("Sideways", "As Confissões de Schmidt"), que lembra e muito a disputa entre os candidatos no Brasil, repleta de alianças, brigas e traições.

A história tem como protagonista o professor Jim McAllister (Matthew Broderick) faz parte do Conselho Estudantil do colégio onde leciona há anos, sendo respeitado pela direção e também pelos alunos. Do outro lado está a ambiciosa Tracy Flick (Reese Whiterspoon) que teve um caso com outro professor e arruinou a carreira do sujeito. Tracy participa de todos os comitês e eventos do colégio, pensando sempre na escola como o início de sua escalada para o poder e naturalmente ela se candidata a Presidência do Conselho Estudantil. 

O correto professor Jim resolve tentar dar uma lição a ambiciosa garota e convence o ex-astro do time de futebol do colégio, Paul Metzler (Chris Klein) para concorrer também ao cargo. Paul que teve de abandonar a carreira em virtude de uma contusão, aceita a disputa e sua popularidade se torna um obstáculo no caminho de Tracy. Para complicar a situação, a irmã de Paul, Tammy (Jessica Campbell) também se candidata com o discurso de que acabará com o Conselho caso seja eleita, porém seu objetivo é apenas se vingar do irmão por ciúmes. Esta confusão atingirá em cheio o professor Jim, que abriu uma verdadeira Caixa de Pandora. 

O roteiro do próprio diretor Payne é uma crítica sobre a ambição humana por poder e como a sede de vitória em uma disputa leva até mesmo pessoas sensatas a atitudes extremas. As interpretações de Broderick e Reese Witherspoon são perfeitas, ele como o sujeito exemplar que é pego fazendo algo errado e ela como a garota mimada e sem escrúpulos. Até mesmo o fraco Chris Klein se sai bem como o candidato manipulado.  

3 comentários:

Clenio disse...

Eu seria mais generoso na minha nota, daria um 8,5, porque acho esse filme sensacional. O roteiro é perfeito e a atuação da Reese Witherspoon é a melhor da carreira dela. Pena que depois desse filme, o diretor fez aquela chatice chamada "Sideways".

Abração
Clênio
www.lennysmind.blogspot.com
www.clenio-umfilmepordia.blogspot.com

Dan disse...

Oi Hugo,

Bem pensado, bom post, mas infelizmente não vi o filme.

Abraços

Hugo disse...

Clênio - Eu gostei de "Sideways", é uma história simples, um pouco triste, mas bem desenvolvida.

Dan - Pode assistir, o filme tem um roteiro inteligente.

Abraço