terça-feira, 17 de agosto de 2010

Dias de Trovão


Dias de Trovão (Days of Thunder, EUA, 1990) – Nota 6,5
Direção – Tony Scott
Elenco – Tom Cruise, Robert Duvall, Nicole Kidman, Randy Quaid, Michael Rooker, Cary Elwes, Fred Dalton Thompson, John C. Reilly, J. C. Quinn, Don Simpson.

Graças ao frio que está fazendo em SP há alguns dias, fiquei gripado e dormi pouco a noite passada. Na aguentando mais ficar na cama, resolvi ligar a TV no meio da madrugada e dei de cara com este longa. Acabei assistindo novamente.

A história começa com o empresário Tim (Randy Quaid) tentando convencer o veterano mecânico Harry Hogge (Robert Duvall) a testar um novo piloto e construir um carro para o jovem. Mesmo arredio, ele aceita trabalhar com o novato Cole Trickle (Tom Cruise), sujeito talentoso e arrogante, que não consegue terminar uma corrida sem destruir o carro e precisa de uma espécie de mentor. O relacionamento entre os dois terá altos e baixos, igualmente ao romance entre Cole e a médica Claire (Nicole Kidman) e a disputa nas pistas entre ele e outros pilotos, como Rowdy Burns (Michael Rooker). 

O ponto alto do longa são as corridas nos autódromos da Nascar, filmadas em ritmo acelerado, especialidade do diretor Tony Scott e dos produtores Jerry Bruckheimer e o falecido Don Simpson, trio que por sinal tentou aqui criar um “Top Gun” no asfalto, inclusive com Tom Cruise aparecendo em sua primeira cena de óculos escuros em uma moto possante, muito parecido com o personagem que ele interpretou naquele filme. 

Apesar destes detalhes e do ótimo elenco de coadjuvantes, o resultado é apenas mediano, o roteiro escrito por Robert Towne e o diretor Scott utiliza todos os clichês do gênero, romance, drama, discussões e ambição tudo no mesmo caldeirão esquemático de Hollywood. É curioso saber que Towne foi o responsável pelo ótimo roteiro de “Chinatown”. 

Para quem gosta de celebridades, foi neste filme que Tom Cruise conheceu Nicole Kidman e logo em seguida se casaram e ainda como curiosidade, Cruise antes disso foi casado com a atriz Mimi Rogers, alguns anos mais velha que ele e conhecida por diversos papéis no cinema e na TV, sendo um dos mais importantes sua participação em “Arquivo X”.



3 comentários:

Amanda Aouad disse...

Chega tomei susto por você ter resgatado esse filme, vi no cinema em minha época ainda de adolescente fã de Tom Cruise. hehe. E você tem toda razão, as corridas são a melhor coisa do filme.

bjs

Dan disse...

Oi Hugo,

Não concordo, assisti o filme a muito tempo e me lembro que o que achei o melhor foi a Nicole Kidman, jovem e extremamente bonita, me conquistou. É claro que as cenas de corrida são maravilhosas, mas a Nicole...

Abraços

Hugo disse...

Amanda - O público feminino adoro o Tom Cruise....rs

Dan - E o Tom Cruise ainda largou desta bela gata....rs

Realmente a Nicole é belissima.

Abraço