segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Um Lugar Chamado Notthing Hill

Um Lugar Chamado Nothing Hill (EUA / Inglaterra, 1999) – Nota 7,5
Direção – Roger Michell
Elenco – Julia Roberts, Hugh Grant, Rhys Ifans, James Dreyfus, Emma Chambers, Hugh Bonneville, Alec Baldwin, Mischa Barton, Emily Mortimer.

O tímido William Thacker (Hugh Grant) é dono de uma pequena livraria em Londres e tem sua vida modificada quando a estrela de cinema Anna Scott (Julia Roberts) entra em sua loja e logo nasce uma atração entre eles. Como a maioria dos filmes românticos, aqui a história segue a trama comum, primeiro o encontro entre os dois personagens, seguido pelos flertes, o início do namoro, a crise e a volta para o final feliz.

Os pontos interessantes deste filme são vários: A química entre Hugh Grant e Julia Roberts é perfeita, os coadjuvantes ingleses são simpáticos, inclusive o estranho colega de Grant vivido por Rhys Ifans e a trama em si, que tenta mostrar como a vida amorosa de um pessoa famosa é tão ou até mais complicada que de uma pessoa comum.

A escolha de Juliar Roberts é perfeita e passa a impressão de que muito da personagem é semelhante a vida real da atriz, que por muito tempo foi alvo da imprensa pelos casos amorosos.

Com certeza a beleza e o sorriso de Juliar Roberts e a simpatia de Hugh Grant valem o filme.

8 comentários:

Nekas disse...

Provavelmente daria a mesma pontuação que tu...
Não é um filme especial nem inovador mas pelos actores vale ver...

Abraço
http://nekascw.blogspot.com

Amanda Aouad disse...

Ah, eu adoro as comédias inglesas, principalmente com Hugh Grant. Este não chega aos pés de Quatro casamentos e um funeral, mas é um bom filme. Tem uma das passagens de tempos mais interessantes que vi (ele andando pelo parque e as estações do ano passando). Adoro as piadas casuais e a resolução final na coletiva de imprensa é muito legal.
abraços

Dan disse...

Oi Hugo,

O Palmerinha melhoru um pouco, parabéns. Este filme é muito legal, acho que até uma lição de vida. A atução de Rhys Ifans, é maravilhosa, os melhores momentos do filme.

Abraços

LuEs disse...

Eu gosto bastante desse filme. Acho que ele é bastante simpático e interativo: o espectador compreende o drama dos personagens, se aproxima deles de algum modo e isso torna o filme ainda melhor.

As presenças de Julia Roberts e Hugh Grant fazem do ainda melhor melhor. Atores simpáticos e convincentes, os dois estão em sintonia.

Notthing Hill é uma obra gostosa de se ver. Uma comédia romântica suave e interessante, que diverte tanto pelo lado cômico quanto pelas aventuras amorosas dos dois.

LuEs disse...

Fazia tempo que eu não vinha aqui comentar!
=)

Beto disse...

Adoro o filme, um clássico das comédias românticas... Bem legal o blog, parabéns! Topa fazer uma parceria de links ?
www.umblogdecinema.blogspot.com
Abs!

Hugo disse...

Nekas - A dupla principal garante a diversão.

Amanda - Eu tb sou fã do cinema inglês e concordo que "Quatro Casamentos e um Funeral" é melhor, mas mesmo assim o filme é extremamente simpático.

Dan - Rhys Ifans criou um personagem impagável.

Luís - É um filme que faz o espectador torcer pelo casal.

Beto - Obrigado pela visita, estou linkando seu endereço aqui.

Abraço a todos.

Fifeco (Filipe Ferraz Coutinho) disse...

Excelente comédia romântica. Gostei mesmo do trabalho de Curtis no guião. Este tipo de comédias são as melhores que se fazem neste panorama.

Abraço