quinta-feira, 9 de julho de 2009

Os Caçadores da Arca Perdida

Os Caçadores da Arca Perdida (Raiders of the Lost Ark, EUA, 1981) - Nota 10
Direção – Steven Spielberg
Elenco – Harrison Ford, Karen Allen, Ronald Lacey, Paul Freeman, John Rhys Davies, Denholm Elliott, Alfred Molina.

Depois do fracasso de “1941 – Uma Guerra Muito Louca”, Spielberg resolveu reinventar os filmes de aventura que eram populares nos anos 40 e 50, geralmente nas matinês do cinema e para isso criou Indiana Jones e o resto da história todos conhecem.

Nesta sensacional estréia, o arqueólogo Indiana Jones (Harrison Ford) é contratada pelo exército inglês para encontrar a “Arca da Aliança”, onde estariam escondidos os Dez Mandamentos originais, antes dos nazistas (o filme se passa em 1936), mas para isso precisará se acertar com um antigo amor, Marion Ravenwood (Karen Allen) que tem em seu poder um amuleto que ajudará a encontrar a cobiçada arca. Indiana terá ainda de enfrentar um oficial nazista (Ronald Lacey) que tem a ajuda de outro arqueólogo, o francês Belloq (Paul Freeman).

Ótimas cenas de ação, um pouco de comédia e o carisma de Harrison Ford no personagem principal são os ingredientes deste clássico de Spielberg, que deu um novo gás ao gênero e foi o estopim para centenas de filmes de aventura e ação que rechearem a década de oitenta.

12 comentários:

Fifeco disse...

Grande aventura. Uma das melhores de sempre de facto. Um filme à Spielberg.

Abraço

O Cara da Locadora disse...

ADORO.. Só não me lembro do Alfred Molina nele, vou ter que rever, rs...

Hugo disse...

Fifeco - Um dos grandes filmes de Spielberg.

Cara da Locadora - Alfred Molina aparece ainda jovem na sequência inicial como um dos ajudantes de Indiana na selva e acaba morrendo em uma armadilha.

Abraço

Red Dust disse...

Um filme que fica para a história por imensas razões. Harrison Ford deu carisma a Indy. Spielberg inventou um novo significado para a palavra aventura. Obrigatório para todos.

Abraço.

Dan disse...

Quando assisti fiquei maravilhado, os velhos seriados haviam voltado,Spielberg é um genio, na época do lançamento o maior de todos os diretores.

Paulo Roberto Montanaro disse...

Fala Hugo. Tudo bom?

Falar de Indiana Jones, para mim, é mexer com algo canônico do cinema. Seguindo o novo conceito de filme arrasa-quarteirão, do qual Spielberg e Lucas são precursores, Indiana Jones conquistou a todos, não só pelas aventuras e a arqueologia empolgante, mas pelo carisma da personagem, como vc mesmo citou. Realmente, um dos grandes ícones do cinema comtemporâneo.

Há braços

Marcelo Moreira disse...

Eu simplesmente adoro esse filme e não canso de assistí-lo sempre q posso. Parabéns pelo blog e obrigado por lembrar desse grande masterpice de minha infância!!

Hugo disse...

Red - O filme é um divisor de águas no gênero aventura.

Dan - Spielberg nos brindou com alguns do maiores filmes de todos os tempos.

Paulo Roberto - George Lucas e Spielberg foram visionários, percebendo que poderiam juntar diversão e marketing no cinema e o resto da história nos conhecemos.

Marcelo - Obrigado pelo elogio. Aqui eu procuro escrever sobre filmes de todos os tempos.

Abraço a todos

Wally disse...

Dos escapismos mais genuínos do cinema. Fantástico filme!

Nota 9

Ciao!

Hugo disse...

Wally - Escapismo com qualidade de clássico.

Abraço

Gema disse...

Gostei muito deste, mas quanto a mim (eu sei que a maioria não partilha do mesmo gosto) o 2º - Temple of Doom - foi o melhor dos três primeiros - adorei o filme e foi o que me marcou desde a infância ;)
Bjs

Kátia Lopes disse...

Amo muito os indianas para mim, os 4filmes foram maravilhosos. Nenhum deixa a desejar. Lembro quando vi o primeiro na TV. Fiquei fascinada, só assisti o 4º no cimena, puxa... Achei o maximo. Só posso falar bem e rasgar elogio para esse filme. Agradeço sua visita ao meu blog. Um grande abraço