sábado, 4 de julho de 2009

A Hora do Pesadelo

A Hora do Pesadelo (A Nightmare on Elm Street, EUA, 1984) – Nota 9
Direção – Wes Craven
Elenco – John Saxon, Ronee Blakely, Heather Langenkamp, Johnny Depp, Robert Englund, Amanda Wyss, Jsu Garcia, Charles Fleischer, Lin Shaye.

Um grupo de adolescentes começa a ter pesadelos com um homem desfigurado e usando garras de aço. Aos poucos eles vão sendo assassinados um a um durante o sono. Um policial (John Saxon) faz de tudo para descobrir o que está acontecendo em virtude de sua filha Nancy (Heather Langenkamp) também estar sonhando com a figura. Aos poucos o policial descobre que a criatura que aparece nos pesadelos é Freddy Krueger (Robert Englund), um pedófilo que fora queimado vivo pelas pessoas do bairro há vários anos e que agora volta para se vingar dos filhos destes.

Posso citar tranquilamente que o diretor Wes Craven criou um dos maiores ícones do cinema de terror, o deformado Freddy Krueger, além de iniciar um franquia extremamente rentável e solidificar sua carreira. Ele havia ficado conhecido com outro suspense/terror chamado “Quadrilha de Sádicos” (“The Hills Have Eyes” refilmado por Alexandre Aja em 2004 como “Viagem Maldita”) e depois de alguns fracassos, resolveu criar um personagem que seguisse a linha de Jason de “Sexta-Feira 13” e Michael Myers de “Halloween”, acertando em cheio na idéia.

Por sinal dos sete filmes e mais “Freddy vs Jason”, os três melhores tem o dedo de Craven e são este primeiro que ele dirige, a parte III que ele produz e a parte VII em que retoma a direção e faz uma ótima continuação que segue os acontecimentos do original com criatividade. Craven ainda é o responsável pela ótima trilogia de terror “Pânico”, além de outros bons filmes do gênero.

Uma curiosidade é a participação de Johnny Depp em início de carreira como um dos adolescentes assassinados por Freddy.

Por fim, o desconhecido na época Robert Englund também ficou famoso e associou para sempre seu rosto ao personagem Freddy, virando figurinha fácil em dezenas de filmes de terror, na sua maioria de baixo orçamento, porém aparecendo com a cara limpa.

2 comentários:

•. Cℓєвєя! . - disse...

Esse é um filme que eu quero muito ver em breve ...

Hugo disse...

Cleber - Pode assistir que o filme é bom.

Abraço