segunda-feira, 2 de março de 2009

Fugindo da Máfia & Fugindo Para Viver


Fugindo da Máfia (Hiding Out, EUA, 1987) – Nota 5,5
Direção – Bob Giraldi
Elenco – Jon Cryer, Keith Coogan, Annabeth Gish, Oliver Cotton, Gretchen Cryer, Anne Pitoniak, Tim Quill, John Spencer, Ned Eisenberg, Richar Portnow.

Fugindo Para Viver (Run, EUA, 1991) – Nota 6,5
Direção - Geoff BurrowsElenco Patrick Dempsey, Kelly Preston, Ken Pogue, Sean McCann, Alan C. Peterson, Lochlyn Munro.

Nos anos oitenta Jon Cryer (o irmão de Charlie Sheen no seriado “Two and Half Man”) e Patrick Dempsey ("Grey's Anatomy") foram ídolos adolescentes, junto com atores como Corey Haim, Corey Feldman, Anthony Michael Hall e Michael J. Fox, entre outros.

Nesta "Fugindo da Mafia" Jon Cryer interpreta um jovem corretor da bolsa de valores que se envolve por acaso com a Máfia e tentando escapar se disfarça de estudante punk e volta para o colégio. Comédia ligeira que mostrará as dificuldades normais de um adolescente no colégio e que ao mesmo tempo terá de escapar dos bandidos que o procuram. Apenas uma sessão da tarde sem compromisso.

Em "Fugindo para Viver", Patrick Dempsey é um jovem advogado que é confundido com o assassino do filho de um chefão da máfia e precisa fugir para se salvar e ainda descobrir quem é o culpado. Tentando escapar dos mafiosos e de policiais corruptos, ele consegue ajuda de uma garota (Kelly Preston). Muita correria e o carisma de Patrick Dempsey no auge como galã quase adolescente seguram o filme.

Para quem gosta de comédia romântica, indico dois filmes melhores com estes atores, que são "Namorada de Aluguel" com Patrick Dempsey, filme campeão de aluguel nas locadoras na época e "Um Caso Muito Sério", onde Jon Cryer faz par romântico com uma adolescente Demi Moore.

2 comentários:

Kamila disse...

Não assisti a nenhum dos dois filmes, mas é interessante ver o Jon Cryer e o Patrick Dempsey no elenco das duas obras. A carreira deles tem muito em comum: ambos foram atores bem cotados nos anos 80 e, atualmente, fazem personagens em séries de TV.

Hugo disse...

Kamila - Este acaba sendo o caminho de muitos atores que perdem espaço no cinema. Muitas vezes acontece o inverso tb, o cara se destaca na tv e ganha um chance no cinema. Will Smith é um exemplo de sucesso nesse caso.