segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Fora da Jogada

Filme Assistido nº 198
Fora da Jogada (Eight Men Out, EUA, 1988) – Nota 8,5
Direção – John Sayles
Elenco – John Cusack, Clifton James, Michael Lerner, Christopher Lloyd, John Mahoney, Charlie Sheen, D. B. Sweeney, David Strathairn, Michael Rooker, Richard Edson, Don Harvey, Gordon Clapp, Perry Lang, Bill Irwin.

O diretor, roteirista e ator John Sayles não é um sujeito conhecido do grande público, porém na ativa desde os anos oitenta ele dirigiu bom filmes como “Lone Star” e “Limbo” e duas grandes obras, sendo a primeira “Matewan – A Luta Final” baseado numa história real de um grupo de homens que tentou criar um sindicato para os trabalhadores da minas de carvão nos EUA e este ótimo “Fora da Jogada” também baseado em história real.

Em 1919 o time de beisebol do Chicago White Sox é o líder da World Series e grande favorito ao título, porém o dono do time, Charlie “Commie” Cominskey (Clifton James) paga salários muito baixos ao jogadores, o que leva alguns deles a ficarem descontentes, sendo que isso abre uma brecha para alguns apostadores picaretas, incluindo gente poderosa, tentarem aliciar estes para que eles percam alguns jogos. Como resultado, os jogadores se dividem, ninguém sabe quem está jogando para ganhar ou perder e o time despenca numa incrível seqüência de derrotas que irá gerar suspeitas e parar no tribunal, com um desfecho infeliz para vários jogadores, inocentes e culpados.

Sayles não tenta culpar os jogadores envolvidos, mas sim mostrar que todos eram humanos e tinham problemas como pessoas normais, principalmente de dinheiro, o que acabou fazendo com que alguns aceitassem a proposta para perder.

As diferenças de idade e objetivos são grandes, tendo exemplos como do veterano Eddie Cicotte (David Straithairn), grande jogador, porém em final de carreira e com uma contusão crônica, do jovem ingênuo e analfabeto Joseph Jackson (D. B,. Sweeney) que apenas queria jogar ou de Buck Weaver (John Cusack) uma espécie de líder contrário ao dono do time, mas mesmo com todas essas diferenças eles estão no mesmo barco, remando cada um para seu lado.

Apesar do tema beiseball não ser interessante para nós brasileiros, o filme merece ser visto como um drama de primeira, focado no lado humano dos jogadores e em toda a sujeira que existia no esporte já naquela época, além do ótimo elenco, que fora os nomes já citados tem ainda Charlie Sheen, John Mahoney e Christopher Lloyd.

5 comentários:

Kau Oliveira disse...

gelParece ser uma boa pedida. Gostei do tema e seu texto me deixou com vontade de ver a fita.

John Cusack é excelente!!!!

Abraços.

Hugo disse...

Kau - O tema é muito bom e o resultado do filme também.

Abraço

Wally disse...

Não sabia desse, mas você me deixou curioso o suficiente para ir à procura dele.

Ciao!

Sérgio Déda disse...

A temática é muito boa, e tem o Cusack...

Abraços!

Hugo disse...

Wally e Sérgio - Podem procurar que o filme é bom.

Abraço