quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

Fim dos Tempos

Fim dos Tempos (The Happening, EUA, 2008) – Nota 7
Direção – M. Night Shyamalan
Elenco – Mark Wahlberg, Zooey Deschanel, John Leguizamo, Ashlyn Sanchez, Betty Buckley, Spencer Breslin, Robert Bailey Jr, Alan Ruck, M. Night Shyamalan.

No Central Parque em Nova Iorque, sem explicação alguma, pessoas cometem suicídio iniciando uma onda de mortes em diversas cidades americanas. A partir daí a história é centrada no professor Elliott (Mark Wahlberg) que junto com sua esposa Alma (a bela Zooey Deschanel) e o seu amigo também professor Julian (John Leguizamo) com sua filha Jess (Ashlyn Sanchez), fogem para o interior do país com medo dos acontencimentos, pensando ser este o caminho mais seguro, porém fica cada vez mais difícil fugir de algo sem explicação.

O diretor Shyamalan foi chamado até de gênio quando “O Sexto Sentido” fez sucesso no mundo inteiro, sendo que era um suspense sobrenatural diferente, tendo um Bruce Willis para chamar a atenção e um final surpreendente. Assim como considero exagero em quem o elogiou tanto, também não compartilho com a idéia de que seus próximos filmes foram péssimos e seu talento era um mentira.

Este “Fim dos Tempos” é um bom suspense que chega a ser aterrador em alguns momentos, não tanto pelas mortes, mas principalmente por mostrar como o homem é frágil diante da natureza e como suas atitudes podem estar influenciando nas pequenas revoltas que vemos todos os anos, como as enchentes, os furacões, as secas, entre outros desastres naturais.

Como resultado final a obra é interessante, mistura bem drama e suspense, a especialidade de Shyamalan, que filma com simplicidade sem apelar para seqüências espetaculares ou efeitos especiais e foca suas histórias nas relações humanas, aqui na relação marido/mulher e pais/filhos, sempre com um toque sobrenatural, podendo ser religião, misticismo, lenda ou algo que vai além do racional.

Concluindo, Shyamalan não é um gênio, mas sim um cineasta original, que procura contar histórias que nos façam refletir sobre vários assuntos e que não nos deixem esquecer sua obra, sendo que isto no mundo do cinema atual repleto de refilmagens e cópias de filmes de sucesso, seu trabalho é sempre valioso e diferenciado.

13 comentários:

mariana. disse...

ou, seu blog é muito legal !
eu estou começando o meu agora, será que pode dar uma ajudinha ?
http://ograndefilme.blogspot.com/

Roberto F. A. Simões disse...

Hugo, então assim que possível, nem que seja por aluguer, vê a Versão do Realizador do REINO DOS CÉUS! É um espectáculo magnífico, intenso e com muuuito conteúdo.

Boas continuações, bom 2009!

Anita :) disse...

eu gostei muito, apesar de considerar que é o filme mais fraco do M. Night:)

Beijinho

Hugo disse...

Mariana - Valeu pela visita, estou linkando seu endereço aqui no meu blog.

Roberto - Valeu pela dica, mas acho que aqui no Brasil ainda não foi lançada esta versão do diretor.

Anita - Tb sou fã do diretor.

mariana. disse...

"Concluindo, Shyamalan não é um gênio, mas sim um cineasta original, que procura contar histórias que nos façam refletir sobre vários assuntos e que não nos deixem esquecer sua obra"
amei essa parte hugo ;)
obrigada por comentár no meu blog!
pode me dar uma ajudinha ? como te add nos meus favoritos ?
beijo ♥

Fifeco disse...

Curiosamente também lhe dou 7 em 10. A maior parte não gostou mesmo nada. Eu achei piada e achoq ue foi bem conseguido.

Abraço

Hugo disse...

Mariana - Fico contente que tenha gostado do texto.

Fifeco - Concordo, o resultado foi um bom filme.

Pedro Henrique disse...

Eu gostei do filme, não entendo o pq de tanta crítica negativa.

Anônimo disse...

Eu escrevi bem recenemente sobre ele, e sou daqueles que o acha bem ruinzinho também... Gosto bastante do Shy, não a ponto de considerá-lo gênio, e esse realmente foi o único que eu não gostei...

O Cara da Locadora disse...

Po, cliquei sem querer e comentei anônimo, rs...

aeroflith disse...

eu achei o filme espetacular, destaque para a cena do suicidio nas árvores, aterrorizante!! E o final então, o Melhor filme do diretor desde o sexto sentido!!!

Hugo disse...

Pedro - Muitas pessoas não gostam do estilo do diretor, só pode ser isso.

Cara da Locadora - O filme que menos gostei dele foi "A Vila".

Aeroflith - Esta cena é espetacular e terrível ao mesmo tempo.

Myrianna Coeli disse...

É um filme interessante, mas não ao ponto de eu considerá-lo o melhor do diretor que vale salientar, gosto bastante.
e vlw pelo comentário lá no blog do Telacast.
bjs