terça-feira, 7 de outubro de 2008

A Dama de Vermelho

Filme Assistido nº 134
A Dama de Vermelho (The Women in Red, EUA, 1984) – Nota 7
Direção – Gene Wilder
Elenco – Gene Wilder, Charles Grodin, Jospeh Bologna, Kelly LeBrock, Gilda Radner, Judith Ivey, Michael Huddleston.

Grande sucesso na época, esta comédia dirigida e estrelada pelo comediante Gene Wilder é simpática e divertida.

Um executivo casado (Wilder) vê uma estranha na rua (Kelly LeBrock) e sente-se atraído perdidamente, com isso arma um plano para conseguir seduzi-la.

Esta história simples é conduzida com muita graça, sendo contada pelo executivo em flashback, mostrando como ele foi se afundando pela obsessão de conquistar a desconhecida, além da confusão com uma funcionária feia de sua empresa (Gilda Radner), que pensa estar sendo cortejada por ele.

Duas curiosidades, Wilder e a falecida Gilda Radner eram casados na vida real e a bela Kelly LeBrock, que ficou famosa por este filme e por “Mulher Nota 1000” foi casada com o astro de ação Steven Seagal.

6 comentários:

Red Dust disse...

Eu gostei. É uma comédia gira e bem apropriada para a época. Também deve ser um dos filmes que mais passou na televisão portuguesa.

Kamila disse...

A Gilda Radner, para mim, foi a maior comediante feminina que já passou pelo "Saturday Night Live". "A Dama de Vermelho" é um ótimo filme.

Cecilia Barroso disse...

Eu gostava muito do filme quando era mais nova. Ele sempre passava na televisão. Outro dia revi e não achei tão bom assim, mas ainda dei boas gargalhadas.

Beijocas

Kaue disse...

Esse é o tipo de comédia que eu gosto. Nada pastelão e nada pretensiosa. Um bom passatempo, sem dúvidas.

E ainda somos agraciados com uma ótima atuação de Gilda.

Abs.

KA disse...

Ótima lembrança! Este filme é o típico clássico sessão da tarde made in anos 80 que cntiua divertindo!

Hugo disse...

Red - Por aqui tb o filme passou centenas de vezes na TV.

Kamila - Sem dúvida Gilda Radner era muita engraçada e talentosa, pena que partiu cedo demais.

Cecília - Na maioria das vezes é melhor deixarmos na memória afetiva... geralmente assistir um filme pela segunda vez acaba tirando um pouco do encanto, com raras exceções.

Kaue - É uma comédia simples e agradável.

Ka - E passou muitas vezes na sessão da tarde.