quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Cristovão Colombo - A Aventura do Descobrimento

Filme Assistido nº 131
Cristovão Colombo – A Aventura do Descobrimento (Christopher Columbus: The Discovery, EUA, 1992) – Nota 5
Direção – John Glen
Elenco – George Corraface, Marlon Brando, Rachel Ward, Tom Selleck, Robert Davi, Mathieu Carriere, Oliver Cotton, Catherine Zeta Jones, Benício Del Toro, Nigel Terry, Branscombie Richmond.

Para comemoração dos 500 anos do Descobrimento da América foram feitos dois filmes sobre Cristóvão Colombo e este apesar dos bons nomes no elenco, tem um resultado abaixo da média. Colombo é interpretado pelo péssimo George Corraface, acreditando que a Terra é redonda ele tem intenção de navegar até as Índias, porém primeiro precisa enfrentar a contrariedade do Inquisidador Tomas de Torquemada (Marlon Brando). Depois de algum tempo ele consegue realizar seu sonho, mas tem de enfrentar as dificuldades de navegação comuns na época, uma tripulação descontente que acredita ser difícil voltarem vivos para Espanha, além das sabotagens de Portugal, o país rival nas navegações.

O que poderia ser um grande filme fica apenas na promessa, sendo que mesmo nomes como Brando e Tom Selleck não convencem nos seus papéis, outros como Catherine Zeta Jones e Benício Del Toro estavam apenas em início de carreira e tiveram pequenos papéis.

4 comentários:

Red Dust disse...

O filme não faz juz à importância (nem que seja mítica...) de Colombo. Não é brilhante, longe disso. Apenas cumpre pela visão da História.

6/10.

Abraço.

Kau Oliveira disse...

Hugo, a minha nota é 5,5. Não gostei do filme por causa da sua direção que quis ser grandiosa, mas na verdade falhou muito.
Se não me engano, aquele 1492 - A Conquista do Paraíso (Ridley Scott) também trata do mesmo tema com muito mais maestria.

Abs!

Péricles Carvalho disse...

muito massa seu blog...

li algumas resenhas, seus textos tão d parabéns;)

Hugo disse...

Red - Concordo com vc, um tema tão interessante que acabou desperdiçado.

Kau - Não assisti o filme de Rodley Scott, mas pelas críticas foi muito melhor que este.

Péricles - Obrigado pelas palavras e continue visitando o blog.